Header Ads

Acreditar na mística das camisas tricolores

Caros tricolores o Fortaleza voltou a campo(para desespero da torcida) no último sábado diante do Sampaio Corrêa, em solo maranhense, e saiu derrotado por 2 a 0, em mais uma partida horrível, que resultou na demissão do criticado e contestado técnico Paulo Bonamigo. O time estacionou na terceira colocação com 23 pontos e dependendo dos resultados da rodada, pode ficar muito pressionado para garantir a classificação.

O jogo foi muito disputado no primeiro tempo, fomos pressionados pelo time da casa, principalmente, em chutes de fora da área, que nosso goleiro salvou em pelo menos 3 oportunidades. Aos 32 minutos, após mais uma desatenção na defesa, o time da casa abriu o placar com Fernando sobral. Depois disso, tivemos uma chance clara com Everton, na única jogada trabalhada, que foi desperdiçada de forma triste.

Logo no início do segundo tempo mais um baque, após chute cruzado e a intervenção do boeck, no rebote os donos da casa dobraram a vantagem. Depois disso virou um jogo morno, com o "nosso time" buscando o ataque e o rival nos contra-ataques. Jogo terminou dessa forma, mais uma derrota fora de casa e agora restam três jogos decisivos para decidir a classificação.

Horas depois da partida por meio de uma nota oficial no site do clube, foi divulgada a demissão do técnico Paulo bonamigo. Era um trabalho muito questionado tanto pelo estilo de jogo, substituições e improvisações de atletas. Percebia-se que o treinador estava perdido, usando critérios absurdos. Foram 15 jogos no seu comando, 6 vitórias, 5 empates e 4 derrotas com um aproveitamento de 51%.

OPINIÃO DO COLUNISTA
Foi o retrato dos velhos problemas do Fortaleza ao longo de todo campeonato e de toda temporada. O nível do nosso futebol não condiz com a classificação e não fornece sinais de confiança para um possível mata-mata.
Não acertam passes de dois metros, não tem velocidade na transição, são estáticos no ataque e desatentos na defesa e ainda vivem machucados e demonstram sinais de cansaço nos jogos, é a consequência de uma temporada mal planejada.
Demissão do técnico era muito previsivel. Algumas vitórias esconderam os problemas e deram uma sobrevida ao treinador no certame nacional.

Mais um jogo pífio do Fortaleza fora de casa. (Lucas Almeida/L17Comunicação)
 Novo técnico foi decidido e contratado Antônio Carlos "zago", ex-juventude e Intenacional. Que ele traga uma motivação a esse elenco e consiga pelo menos nos classificar para o Mata-Mata, depois disso, é ser competente em dois jogos em busca do acesso.
A cobrança continua e não iremos admitir mais um ano nessa série C.
3 jogos nos separam da tragédia ou da chance de apagar tudo e fazer história
Somente o tempo dirá o que vai acontecer.
#BORALEAO
JUNTOS LUTAREMOS PELO ACESSO
Por : Gabriel Viana
Twitter : @GabrielVianaSo3 /@SITELF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.