Header Ads

Cadê a força máxima, Montella? A fase de grupos não está garantida



Quem vivenciou o Milan em tempos gloriosos, normalmente não teria grandes preocupações quanto a uma fase preliminar de Liga Europa, porém, nos últimos anos nos acostumamos a resultados inacreditáveis contra equipes pífias e ainda que o elenco tenha mudado e o time seja bem melhor, vejo com desconfiança o fato de Montella estar abrindo mão de força máxima nessas etapas prévias da Liga Europa. 

Fonte: AC Milan
 
Passamos sem maiores sustos contra o Craiova, mas muito disso passou por aquele milagre do Gigio quando o jogo de ida estava 0 x 0, tivesse a bola romena adentrado nossas redes, a classificação poderia ter contornos dramáticos. 

Nessa segunda fase vamos à Macedônia enfrentar o pouco conhecido Shkëndija, que apesar de vir de um futebol de menor tradição que o romeno, vem com maior ritmo de jogo e um bom rendimento nas fases preliminares da Liga Europa, tendo apenas uma derrota em seis jogos disputados.

Outro ponto que torna a classificação mais complicada é a decisão na casa do adversário e qualquer resultado em casa que não seja uma boa vitória, pode nos colocar em apuros na volta, por isso a relutância do Montella em colocar força máxima me incomoda muito. Entendo a questão física, mas a temporada está para começar e o Montella ainda não colocou nada próximo do time ideal em campo, mesmo nos amistosos em que muitos contratados atuaram, nunca a formação ideal esteve em campo ao mesmo tempo e um time que com tantos reforços precisa jogar junto o maior tempo possível. 

Por isso, espero que amanhã Montella reveja isso e entre com Conti ao invés de Abate, finalmente promova a estreia do Bonucci, dê tempo ao Locatelli junto do Kessié, coloque Çalhanoglu e Bonaventura juntos e dê confiança ao André Silva. 

Espero que jogue no 4-3-3 com G. Donnarumma, Conti, Musacchio, Bonucci, Rodriguez, Locatelli (Montolivo), Kessié, Bonaventura, Çalhanoglu, Suso e André Silva. 

Já dizia o sábio que “cachorro mordido de cobra tem medo até de linguiça”, então não teste nossos corações que tanto sofreram nos últimos anos, Montella! Chega de Abate, Zapata e Borini! 

É hora de levar mais a sério essa eliminatória e colocar o novo Milan em campo.


Por Gil Costa 





Resultado de imagem para icons facebook                  Resultado de imagem para icons facebook
 




Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.