Header Ads

Crystal Palace em crise de identidade sofre nova derrota

Por Carlos Alberto Jr.


Filosofia diferente, e crise existencialista. Palace ainda tenta se encontrar na temporada. Reprodução/Twitter Oficial do Crystal Palace.
Em casa, Crystal Palace acumula outra derrota na Premier League. No sábado (26) em partida da terceira rodada da Premier League, jogando em Croydon, o Palace sofreu a terceira derrota consecutiva no campeonato. Com um gol no final do primeiro tempo e outro no começo do segundo, o Swansea arrancou a segunda vitória seguida em Selhurst Park, desta vez por 2-0. Com dificuldades ideológicas, as Águias ainda buscam uma direção na competição.

Três jogos, três escalações distintas e três resultados iguais, derrotas. Nessa temporada o Palace vive uma crise existencialista. A mudança de estilo fica evidente e a diretoria que escolheu dar essa guinada na direção do trabalho técnico, deve sustentar a opção e dar tempo para que Frank de Boer tenha tempo hábil para implementar a sua proposta de jogo.

O Palace da temporada passada, que iniciou a caminhada com Alan Pardew e terminou com Sam Allardyce no comando técnico. Com um jogo baseado em transição rápida, jogo incisivo, mais vertical e direto, de aproveitamento de contra-ataques. Os pilares da equipe foram Zaha, explorando sua velocidade pelos lados e poder de decisão e a bola longa e aérea com Benteke. A linha defensiva se estruturava com quatro jogadores.

Já o Palace da atual temporada, traz a mentalidade de futebol "holandesa" com Frank de Boer. Com a linha defensiva passando a atuar com três zagueiros, e um meio campo mais recheado. É uma equipe que nesse momento inicial sinaliza tentar trocar mais passes, cadenciar o jogo, tornando-o menos vertical, propor jogo. Os jogadores são basicamente os mesmos, resquícios do ultimo campeonato permanecem, é fato, ainda sem contar com o destaque da temporada anterior em todo a plenitude, Zaha.

Em um jogo que o Crystal ficou mais com a bola, trocou mais passes que o adversário e finalizou muito mais, 16 finalizações contra sete do Swansea, sendo que os dois times acertaram de fato apenas três finalizações ao gol cada. A diferença do confronto ficou latente na eficiência do adversário, duas bolas dos galeses ultrapassaram a meta de Hennessey, decretando a sorte de um Palace sem muita reação.

Escalação do Palace x Swansea: Hennessey, Fosu-Mensah, Dann e Tomkins (Kelly); Ward, McArthur, Milivojevic (Cabaye), Puncheon e Van Aanholt (Lee); Townsend e Benteke. Téc: Frank de Boer.

Com mais um resultado negativo, o Crystl Palace persegue seu primeiro ponto nesta edição 2017/18 da Premier League. No confronto contra o Swansea pelo campeonato nacional, as águias não costumam se dar bem, em nove jogos (1V-4E-4D). Tentando interiorizar a nova filosofia de jogo e sem Zaha, o Palace deve buscar uma estabilidade que só virá com os resultados positivos, assim dando um refresco para o trabalho de Frank de Boer. Uma das três equipes que ainda não pontuaram, o Palace segue na 19ª posição.

Próximo Jogo pela Premier League:
10 de Setembro - 9:30h (hora de Brasília) – Turf Moor.
Burnley x Crystal Palace.

Carlos Alberto de Sousa Júnior - Colunista do Crystal Palace
Twitter: @carlosjr92educa

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.