Header Ads

G6 tá logo ali

   Nos esportes coletivos, o entrosamento é uma peça chave para um bom rendimento de uma equipe, tal característica esteve presente durante toda a campanha do tricolor no campeonato carioca. Imaginava-se que, com um elenco enxuto, o fluminense mantivesse essa particularidade para o campeonato brasileiro. Porém, as várias lesões e as integrações de jogadores da base junto ao time profissional impediram o alcance de um entrosamento tal como o do início do ano.
   Ontem, 21 de agosto, pela primeira vez no campeonato brasileiro, o técnico Abel Braga conseguiu repetir a mesma escalação do jogo anterior para encarar o Atlético-MG pela 21ª rodada do Brasileirão.
  No primeiro tempo, o flu empurrou o galo para o seu próprio campo e criou belíssimas oportunidades de gol, fazendo com que o goleiro do time mineiro fosse o grande destaque na primeira parte do jogo com 5 defesas difíceis. Contudo, numa cobrança de escanteio batida por Gustavo Scarpa, a bola sobrevoou por toda a área do atlético até encontrar o atacante Henrique Dourado e ir para o fundo do gol.
   Na segunda etapa, com as mudanças promovidas pelo técnico alvinegro, o galo voltou melhor postado taticamente em busca do empate. Com jogadas envolventes, a zaga tricolor teve trabalho para segurar o potente ataque mineiro e não demorou muito para ceder o gol. Aos 12 minutos, e uma tabelinha com Cazáres, o meio-campo Valdívia saiu de frente para a meta tricolor e chutou sem dar chances ao goleiro Júlio César.
   Após o empate, o galo obteve o amplo domínio da partida e parecia estar muito próximo de marcar o gol da virada. Entretanto, em resposta ao desequilíbrio em campo, o técnico tricolor fez duas substituições e deu mais dinâmica à saída de bola no meio-campo. Com as entradas de Marcos Jr. e Matheus Alessandro, o flu conseguiu retomar a posse de bola e quebrar as jogadas criadas pelo adversário. Até que aos 42 minutos,  numa bola roubada na intermediária do
atlético, Scarpa faz um lançamento preciso para Henrique Dourado cabecear no contra-pé de Victor e colocar a bola no ângulo, dando números finais à partida.
   Com este gol, o Ceifador, além de se tornar o artilheiro do campeonato com 12 gols, quebrou o recorde pessoal ao marcar 26 gols na temporada.
    A vitória impulsionou o fluminense à 8ª posição no campeonato, igualando-se ao Atlético-PR e o Cruzeiro com 30 pontos, dependendo de apenas uma vitória contra o Vasco no próximo sábado e um resultado de empate nos jogos entre Flamengo X Atlético-PR e Cruzeiro X Santos para entrar de vez no G6.

ST
Caio Ramos

***Foto retirada da página de Facebook Fluminense Football Club

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.