Header Ads

Habemus Abel

   Muito mais do que um esporte;  um clube; um time; uma camisa; um escudo; uma torcida; um sentimento que simplesmente  não pode ser explicado com palavras, fatores estes que geram a seguinte conclusão: não é só futebol.
  Ontem, 5 de agosto, os mais de 27.000 torcedores que estavam no Maracanã deram uma verdadeira demonstração de solidariedade para com o técnico Abel Braga. Um apoio incondicional que começou no minuto de silêncio mais literal que qualquer tricolor poderia presenciar. Um silêncio vibrante, seguido de uma explosão de palmas que contagiou a todos que acompanhavam aquela cena. Tal cena que foi capaz de unir os flamenguistas, vascaínos, botafoguenses e tricolores em uma só torcida: torcida Abel Braga.
    Homenagens que perduraram até o final do jogo e fizeram com que o jogo contra o lanterna Atlético-GO ficasse em segundo plano. Foram 90 minutos de pura emoção que quase foram estragados pelo baixo desempenho apresentado pelos dois times em campo.
    Com muita pressão e pouca eficiência, o Fluminense marcou seus gols com Wendel, Wellington Silva e Henrique Dourado e como de praxe, sofreu o gol de honra do time goiano marcado por Paulinho.
    Do jogo, foi só, pois os melhores momentos que merecem ser destacados e que ficarão marcados na história aconteceram fora de campo. O show de luzes da torcida tricolor, a energia, as lágrimas e a força de 27.000 vozes trabalhando juntas para reerguer aquele que não é só o técnico do Fluminense, mas um pai. Força, Abel!


ST
Caio Ramos
Foto retirada da página de Facebook Fluminense Football Club


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.