Header Ads

Missão impossível: Parar o contra-ataque do Liverpool

Klopp merece crédito pela goleada (Foto: Liverpool FC)
Velocidade, paixão, luta. Essas são algumas palavras que podem descrever a atuação do Liverpool diante do Arsenal no último domingo (27) em Anfield, onde os Reds destruíram o time de Wenger, vencendo por 4x0.

Após Mo Salah perder um gol feito, Joe Gomez cruzou com a sua perna esquerda e Roberto Firmino abriu o placar, com uma cabeceada perfeita, aos 17'. Um contra-ataque dos Reds geraram o segundo gol, com Firmino acionando Mané, que levou a bola até a área do Arsenal, cortou pro meio e finalizou com classe, aos 40'.

No segundo tempo, Salah roubou a bola de Bellerín, depois de um escanteio do Arsenal, correu metade do campo e chutou no canto de Petr Cech. O gol que selou a goleada veio mais uma vez de um contra-ataque, onde Salah cruzou na medida para Sturridge completar de cabeça.

Foi uma partida bem ao estilo de Jürgen Klopp. É um pouco surpreendente ver o Liverpool jogando em casa e ficando atrás, esperando o contra-ataque, mas foi isso que Klopp fez. O resultado está aí para todos verem o quão devastador o ataque do Liverpool pode ser e que mais uma vez, o Liverpool é imenso contra adversários diretos.

O time inteiro foi muito bem, especialmente a defesa, mas uma atuação que se destaca é a de Mo Salah. O ponta egípcio chegou dando trabalho na sua volta à Premier League e ontem foi excepcional, marcando um gol e dando assistência para outro, além de atrapalhar a defesa do Arsenal com sua movimentação e velocidade.

Salah chegou chegando (Foto: Liverpool FC)
Agora a Premier League ficará em pausa, devido a data FIFA. Os Reds se encontram em 2º lugar e vão para pausa com confiança, classificando para a Champions League no meio de semana e goleando um rival. O próximo jogo dos comandados de Klopp será no dia 13 de Setembro, contra o Manchester City no Etihad Stadium.

Vou me despedindo. YNWA.

Autor: Gabriel Coelho/ @gabrielcoelhof_

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.