Header Ads

Sofrimento até o final

Caros tricolores, o Fortaleza voltou à campo na noite do último domingo (27/8), diante do Csa, dentro de casa, conseguiu apenas um empate em 1 a 1, frustrando o bom público presente na arena Castelão. Esse resultado não garantiu a classificação do time para a próxima fase e pelos outros jogos da rodada a diferença de cinco pontos diminuiu para dois em relação ao primeiro time fora do G4. Restam apenas dois jogos e a apreensão está presente dentro do Fortaleza. Próximo compromisso do leão será diante do Confiança, fora de casa, domingo(3/9) ás 19 horas. 

A estreia do técnico Antônio Carlos "Zago" foi num jogo muito nervoso e difícil, contra um adversário bem consciente das suas qualidades. Fortaleza foi escalado com várias modificações e com um esquema com três atacantes. Primeiro tempo o time forçou muito as jogadas pelo meio e viu o rival assustar em bolas paradas e alguns contra-ataques. Percebeu-se uma vontade maior dos jogadores,entretanto, uma afobação e uma falta de tranquilidade em muitos momentos, cometendo os mesmos erros dos jogos anteriores. 
Estreante da noite, terá agora dois jogos para decidir a vaga. (Diariodonordeste.com.br/JL ROSA)


Logo no inicio do segundo tempo, o Csa abriu o placar com o atacante Michel, numa desatenção completa do meio-campo e da defesa que deixou o zagueiro adversário progredir com a bola e servir o atacante. Estádio emudeceu, o clima ficou muito pesado e os traumas anteriores começaram a tomar conta da torcida. O time conseguiu assimilar o golpe e foi ao ataque(de forma desorganizada,mais na base da vontade do que por jogadas trabalhadas e jogo coletivo), perdeu duas chances claras de gol com Lúcio Flávio, outras jogadas perigosas e um pênalti não assinalado pelo arbitro. Substituições do técnico melhoraram o time, Leandro,Ronny e Vinícius entraram bem e mudaram o panorama do jogo. Aos 32 minutos, após falha da zaga, Hiago aproveitou o passe de Leandro e empatou a partida. Depois disso, tentamos pressionar, com o apoio da torcida, criamos oportunidades, mas, o placar terminou em igualdade. 

OPINIÃO DO COLUNISTA 
Foi um time mais aguerrido que nos jogos anteriores, porém, muito limitado, percebe-se o nervosismo, a falta de tranquilidade e sobretudo a falta de qualidade de alguns jogadores. O padrão de jogo é algo inexistente e a inspiração do time,principalmente, no campo ofensivo é quase nula. 
O Fortaleza complicou-se na tabela de classificação por erros próprios, empates e derrotas em jogos acessíveis, com atuações horríveis. 
Vale ressaltar a boa presença de público no estádio, mais de 15 mil pagantes, torcida comprou a causa e vai ''reerguer esse time na marra''. 
Esse é o time que temos para disputar o acesso, iremos acreditar até o final e apoiar até o último minuto. 
Resultado não foi o esperado pela nação tricolor. (Opovo.com.br/Júlio Caesar)

#BORALEÃO 
JUNTOS LUTAREMOS PELO ACESSO
Por : Gabriel Viana
Twitter : @GabrielVianaSo3/ @SITELF 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.