Header Ads

Se perde no Oeste com o G4 ao leste

Mais uma vez diante do Oeste, o Galo podia chegar perto do G4. No turno passado, a esta altura era dividida a liderança com Paysandu e Juventude, desta vez a situação já é totalmente diferente. CRB recebeu a Onça Paulista em casa, no Estádio Rei Pelé neste sábado (09). O jogo teve começo às 19h.

O jogo

Toda a motivação para a aproximação ao G4 foi terminando no gol do Oeste. Raphael Luz em velocidade na área recebeu passe, que desviou nas mãos do goleiro Edson, e que porventura, acabou saindo da rota de Diego, ficando mais fácil para Raphael que corria em velocidade e chegou para a finalização.
(Pei Fon / Portal TNH1)
Imagem: TNH1
Após isto foi um verdadeiro bombardeio alagoano contra o gol paulista, mas totalmente sem sucesso. Se não fosse para a fora, a bola tinha como destino o grande goleiro Rodolfo que pôde evitar qualquer chance de gol do Regatas. Marion foi um dos destaques da partida, colocou "fogo" no jogo após entrar. Buscando titularidade desde que chegou, o atacante ver nestes jogos em que a equipe precisa atacar, suas melhores oportunidades para demonstrar seu futebol. 

Análise

Faltam quinze rodadas para o fim da competição. Após enfrentar duas equipes que agora figuram o "G10", que são Oeste, e outra que está mais a frente no G4 que é o Ceará, o Galo volta a enfrentar equipes da parte de baixo da tabela, como foi nos jogos contra Luverdense e Santa Cruz.
O começo de turno do Galo é bastante diferente, já foram duas derrotas, um empate e uma vitória. Bem diferente do turno anterior, onde o Regatas arrancou duas vitórias, um empate e uma única derrota.
A boa notícia é que hoje, dia 10 de setembro, o Galo celebra a volta do volante Olívio, suspenso desde o ano passado por doping. Um dos jogadores mais importantes da década e da gestão de Marcos Barbosa poderá reforçar o Regatas, mas não se sabe e não se pode esperar muito do jogador, já que está há tanto tempo longe dos gramados.
Pablo foi anunciado esta semana como jogador do Galo. Jogador estava no Atlético Mineiro na Série A, disputou a Série B de 2015 pelo América de Minas, onde conseguiu o acesso. 
Serão disputados 45 pontos nestes próximos quinze jogos, cabe ao CRB saber administrar bem e vencer no mínimo sete partidas. E ainda arrancar três empates. Podendo perder no máximo cinco partidas. Mas caso não empate nenhuma vez, e dependendo da pontuação dos demais, esses números podem mudar.

Ficha técnica
CRB
1- Edson Kölln
2- Marcos Martins
3- Flávio Boaventura
4- Adalberto
6- Diego
5- Rodrigo Souza (19- Marion, aos 17' do 2º tempo)
8- Danilo Pires (20- Tony, aos 31' do 1º tempo)
7- Edson Ratinho
10- Chico
11- Elvis
9- Neto Baiano (21- Zé Carlos, aos 23' do 2º tempo)
Técnico: Dado Cavalcanti
Banco: 12- Juliano, 13- Audalio, 14- Eduardo, 15- Adriano, 16- Pedro Botelho, 17- Yuri, 18- Erick Salles, 19- Marion, 20- Tony, 21- Zé Carlos, 22- João Paulo e 23- Rodolfo.
Oeste
1- Rodolfo
2- Daniel Borges
3- Joílson
4- Leandro Amaro
6- Guilherme Romão
5- Lídio
8- Betinho
7- Raphael Luz (16- Fabrício, aos 23' do 2º tempo)
10- Mazinho
11- Danielzinho (
9- Gabriel Vasconcellos (18- Robert, aos 33' do 2º tempo)
Técnico: Roberto Cavalo
Banco: 12- Felipe Alves, 13- André Vinícius, 14- Ricardo, 15- Matias, 16- Fabrício, 17- Alexandre e 18- Robert.
Cartão amarelo
Oeste: Betinho, Daniel Borges. 
Arbitragem
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (CBF/DF);
Auxiliar 1: José Reinaldo Nascimento Junior (CBF/DF);  
Auxiliar 2: Daniel Henrique da Silva Andrade (CBF/DF);
4º árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (CBF/AL).
Ficha técnica fornecida pelo TNH1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.