Header Ads

Pós-jogo: Real Sociedad 1×3 Real Madrid – Quando o medo de perder nos faz perder

Kevin Rodrigues marcando Bale. Nosso lateral foi do céu ao inferno hoje (Foto: EFE)

Quando o juiz apitou o início do jogo, já dava pra notar que teríamos um jogo ainda mais difícil que o esperado. Certas coisas se percebem de cara, e quando se acompanha futebol você começa a notar quando um time entra pra vencer ou não. E até este domingo a postura do time vinha sendo essa.
Ainda que com alguma fragilidade defensiva, o ímpeto dos jogadores dentro de campo nos três primeiros jogos me deixavam confiante de um destino melhor. Buscando a virada contra o Celta, doutrinando o Villarreal e suportando um empate fora de casa contra o La Coruña e arranjando forças pra ficar a frente novamente. Nos revelamos um time que prometia não se entregar a ninguém, em nenhum momento, algo fundamental pra quem almeja conquistas mais ambiciosas, o que é o nosso caso.
Até este domingo.
Até o Real Madrid.
No primeiro teste de alto nível, entramos pra não perder.
Escalar Januzaj e Canales nos flancos ofensivos foi decisão consciente de Eusebio, buscando talvez uma maior retenção de bola e povoação do último terço do campo. Mas falhou miseravelmente. Deixou Vela e Juanmi, este último já com 3 gols na LaLiga, assistindo no banco um time que não aproveitou a insegurança de Theo Hernández com um apático Januzaj que sempre tentava algo pelo meio, sendo engolido por Ramos e Varane, que sequer conseguiram ser incomodados por um abandonado Willian José. É incrível que com um esquema com mais armadores, o nosso centroavante ficou isolado, coisa que não acontece quando ele tem a amplitude de Vela, Juanmi ou Oyarzabal, o que permite a aproximação de Prieto e Zurutuza.
O nosso meio-campo não conseguiu fluir por isso e, portanto, passamos o controle do jogo pro adversário. Não fizeram falta ao Real Madrid Cristiano Ronaldo, Kroos, Marcelo e Benzema. Bastou uma leitura tática equivocada do nosso treinador, somada a postura medrosa do nosso time, e ficamos a mercê do que eles quisessem fazer. E Borja Mayoral, estreando como titular, abriu o placar pelos merengues, aos 18 minutos de jogo.
Depois de sair perdendo, tivemos um choque e decidimos fazer algo. Fomos pra cima, acionando bastante os dois laterais, Odriozola e Kevin, e ficou claro que, se houvesse a mesma postura desde o início, poderíamos ter construído uma história melhor hoje. E nessa história Kevin hoje foi nosso anti-herói. Foi dele o belo gol de empate aos 28 minutos, pegando de primeira um cruzamento de Odriozola. Seria dele a virada, quase que num replay, com um outro cruzamento de Odriozola e chute de primeira… no travessão. E justamente no contra-ataque, na ânsia de consertar mais um avanço que quase se tornou outro gol, acabou fazendo… contra, após cruzamento de Mayoral, aos 36 minutos. O choque de ânimo não aconteceu novamente, e a partir dessa infeliz sequência, o nosso time ficou confuso e travado.
Quando se joga contra o Real Madrid, não basta tomar um gol e correr atrás do prejuízo, não basta crescer apenas quando quiser. Contra o Real Madrid, mesmo muito desfalcado, não se brinca.
No segundo tempo ainda deu pro galês Gareth Bale fechar a conta em um gol ao seu estilo: arrancando velozmente e deslocando o goleiro após lançamento longo. Obviamente a partir daí tivemos a bola pra nós, colocamos Vela, Juanmi e Agirretxe, terminamos o jogo numa espécie de 4-2-4 (preocupante, sinal que falta repertório quando estivermos precisando mudar o placar com urgência), e claro, nada adiantou. Faltou tática, faltou psicológico.
O medo de perder foi maior que a vontade de vencer, e isto custou caro.
FICHA TÉCNICA:
Real Sociedad: (4-3-3) Rulli; Odriozola, Aritz, Llorente e Kevin; Illarra, Prieto (cap.) (Juanmi, min.69) e Zurutuza; Januzaj (Agirretxe, min.77), Canales (Carlos V., min.57) e Willian José.
Real Madrid: (4-3-3) Navas; Carvajal, Varane, Sergio Ramos (cap) e Theo (Nacho, min.93); Casemiro, Modric e Isco; Bale, Asensio (Ceballos, min.85) e Mayoral (Vázquez, min.75).
Gols: 0-1: B. Mayoral, min.19. 1-1: Kevin, min.29. 1-2: Kevin (contra), min.36. 1-3: Bale, min.61.
Árbitro: Iglesias Villanueva. Amarelo para Llorente, Illarra e Januzaj da Real Sociedad e Asensio e Casemiro do Real Madrid
Confira os gols da partida

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.