Header Ads

Brincando de Estátua Atlético só Empata

Jogo sonolento, horrível, salvo a zaga do Atlético. O ataque estava repleto de estátuas. Nosso esquema tático é ótimo, meio Manchester City, mas há detalhes no esquema que precisam funcionar e se não funcionam, o jogo não flui. Não resolve domínio de bola se no final das contas não temos rapidez na frente para colocar um atleta em condições de gol. Não adianta um batedor de faltas (Gedoz), se não temos um jogador rápido para cavar essas faltas. Porque separar o “gado” (queridinhos de não queridinhos)? A torcida erra quando pega no pé dos jogadores, o treinador também erra em insinuar algo sobre qualquer atleta do grupo. Não cai bem pra ninguém!

Porque nossos adversários jogam retrancados? Em virtude do nosso esquema tático. É uma opção, primeiramente estudar o jogo, esperar até notar falta de objetividade e falhas, para dar o bote. Por isso mudam o esquema e partem para cima. Geralmente isso ocorre após 25´ do 2º tempo com a saída de Lucho. Está manjado demais! A melhor chance do primeiro tempo foi da Chape aos 15´ e por milagre o Atlético não sofreu o gol. Quanto ao Furacão, nada que se aproveitasse, nenhuma chance clara. Guilherme estático, quase sempre esperando a bola no pé. Nikão da mesma forma. Sidcley que não vem sendo titular entrou mais para segurar Apodi do que para jogar. 

O Atlético passou o 1º tempo inteiro levantando bolas. Mas pra quem? Pra ninguém! De quase emocionante, apenas a bicicleta de Guilherme que não levou perigo. A Chape recuava duas linhas de 4 para dentro da área, enquanto o Atlético colocava 3 atacantes entre elas e alçava bolas continuamente, tornando impossível qualquer conclusão a gol. Elementar! Daí você pensa que no vestiário o treinador irá corrigir a falta de velocidade e caso a coisa não flua, irá substituir pelas peças certas até obter a velocidade que determine a vitória. Mas o 2º tempo começa no mesmo embalo do primeiro. Nikão estático, Guilherme sumido, Sidcley perdido, Ribamar lutando só.

Foto: Fabio Wosniak /Site Oficial
E após 55 minutos de jogo, aos 10´. Sidcley driblou e cruzou para Nikão que emendou de primeira, Jandrey fez bela defesa. Achei que o time acordaria. Aos 12´ Wanderson cabeceou e o goleiro salvou a Chape outra vez! Mas o Atlético voltou a hibernar e Fabiano teimou em não mexer, e quando mexeu passavam de 23 minutos. Desperdício de tempo. Correta a entrada de Gedoz. Mas sabe o jogador que “cisca“? Lucas Fernandes! Esse era o cara que combinados a entrada de Gedoz e de Rossetto daria mais movimentação. Mas as peças que sairiam fariam diferença também.  Guilherme e Nikão, deveriam ter saído também. 

A saída de Lucho deu mais campo pra Chape. Porque Lucho não poderia ficar? O jogo não estava desgastante. Porque manter Guilherme? Porque sacar Ribamar? Mesmo isolado na frente era quem mais dava trabalho. Fabiano é ótimo técnico, mas fez o time pagar o preço pela teimosia. Em resumo, nada mais de futebol! O jogo parou, não haviam mais espaços e as estátuas permaneciam atrapalhando qualquer tentativa de ofensividade. Jogo ruim e lento, combinados a super retranca catarinense. Parece que Gedoz foi jogado na "fria" de propósito, embora também não tenha dado ar da graça. Não poder vencer é uma coisa, não querer vencer por teimosia é outra!

Em tempo: Tirinhas Valiosas

E lá vem “maracutaia” nas assinaturas. Dizem que 70% não tem validade conforme manda o regulamento. A imprensa estaria dando notoriedade a algo sem a devida legalidade apenas para promover confusão. Brincadeira de moleques que acertam suas decisões diante de copos cheios de álcool. Poderiam aproveitar o álcool e botar fogo nas ideias estapafúrdias que suas cabecinhas esquizofrênicas insistem em promover. Tem gente que afirma ter "assinado" errado 3 vezes só de brincadeira. Será que há algo sério nisso tudo?

A TOF tem direito a festa na praça, ninguém pode impedir. Desde que continuem de forma ordeira, não há nada de absurdo. Acho que torcedor tem que estar dentro do estádio incentivando o time a qualquer custo, mas é um direito deles. Mas alguns membros da TOF estão desmerecendo torcedores que não querem aderir ao protesto. Querem liberdade de expressão, mas criticam nas redes os que não aderem ao movimento? Sem sentido! Alguém citou uma nova forma de protesto e acho mais válido que a festa na praça. Pintar o rosto de caveira e torcer dentro do estádio é melhor para o time. 
Só não desmereçam para não serem desmerecidos! 

5 chapas de oposição? Os “dinovo” e a dos dissidentes dos “dinovo” não são novidade. Mas agora tem gente séria na parada! Coração Atleticano e a chapa de Paulo Rink. E parece que teremos uma chapa liderada por uma mulher. Que maravilha! Tem mais chapa do que torcedor, isso é democracia. O que há no clube que de$pertou tanto intere$$e pelo poder? Se o clube fosse pobre como 22 anos atrás, alguém se candidataria? Oposição é essencial, mas tem que vir com Atleticanismo! Até onde vi, só o “Coração Atleticano” demonstrou caráter e respeito!

Furacão Tour chegou a 50 mil visitas no ano. Impressionante! Números que também valem receita para o clube. Administração séria é outra coisa!

Por: Robson Izzy Rock @Robson_IzzyRock

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.