Header Ads

Csa 0 x 0 Fortaleza - Adeus Série C

Caros tricolores, o  Fortaleza voltou à campo para disputar o último e decisivo jogo da final do certame nacional e não saiu de um empate sem gols com os mandantes alagoanos que se tornaram campeões (com muitos méritos). O sentimento da torcida tricolor nem é tanto de frustração, mas, de alívio, felicidade por termos conseguido sair desse "inferno" e ressurgido após 8 anos nas sombras, além disso, sabíamos que a conquista do título seria muito complicada, tanto pelo adversário, quanto pela qualidade técnica do nosso time. Esse vice-campeonato precisa ser valorizado e ressaltar que o principal objetivo da temporada já havia sido alcançado. 

O jogo de uma maneira geral, foi o Fortaleza com a bola dominada e tentando criar perigo ao gol adversário e o rival com a vantagem adquirida no primeiro jogo tentando se defender e agredir nas bolas paradas e contra-ataques. Pecamos mais uma vez na falta de qualidade do setor ofensivo e na afobação em vários momentos, a posse de bola tornou-se improdutiva e não tivemos competência para furar o bloqueio azulino. No segundo tempo, tentamos pressionar, mas, sem eficiência e ainda vimos o goleiro Boeck realizar pelo menos duas defesas espetaculares, deixando o Fortaleza ainda vivo no jogo. No final da partida percebeu-se que o time perdeu o impeto e não tinha mais forças para buscar o placar adverso e os alagoanos comemoraram esse título nacional. 

Na visão da torcida, esse jogo foi mais um marco positivo do que simplesmente uma final, último jogo na temida e cruel Série C do campeonato brasileiro, um alívio generalizado, ainda mais com esse time limitado e desacreditado, que conseguiu seu objetivo de forma suada, emocionante, no sufoco bem ao estilo Fortaleza Esporte Clube. O título não veio, mas o trabalho de todo o elenco, diretoria, comissão técnica, funcionários de clube precisa ser aplaudido, merecendo todos os elogios possíveis. 


Encerramos nossa participação com o vice-campeonato nacional. (Mateus Dantas / Opovo.com.br)
Goleiro foi um dos principais nomes do time na atual temporada ( Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas )
OPINIÃO DO COLUNISTA

Era uma missão complicada, fazer dois gols no melhor time da competição na casa deles e ainda por cima não sofrer com o seu ataque poderoso. Não conseguimos esse ''milagre'', entretanto o time lutou por cada bola, foi aguerrido, porém, esbarrou nas limitações e sobretudo nas qualidades do adversário. 
Parabenizar mais uma presença muito boa de torcedores do leão em Maceió, apoiando os 90 minutos, sem deixar de acreditar no time.
O acesso que era nossa obsessão foi alcançado e a libertação dessa opressão foi conquistada, então o título tornou-se a "cereja do bolo", que infelizmente não veio. 
Agora é bola para frente, projetar o centenário da melhor maneira possível e montar um elenco competitivo para a segunda divisão nacional. 

 O pesadelo acabou, nação tricolor, O LEÃO VOLTOU!!!

#BORALEÃO 
JUNTOS CONSEGUIMOS O ACESSO 

Por: Gabriel Viana 

Saudações Tricolores. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.