Header Ads

Um Flamengo da água pro vinho

Flamengo certamente é um time bipolar. Não tenha dúvida disso. Quem viu o segundo tempo contra o Grêmio no domingo e viu nesse meio de semana contra o Cruzeiro com certeza vai falar que são dois times diferentes, que mudou da água pro vinho. Não é possível que num intervalo de tempo tão pequeno um time consiga ter duas atuações totalmente distintas. Flamengo jogou como Flamengo contra o Cruzeiro e venceu, venceu jogando bem e chega mais perto do topo da tabela.

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Quarta foi um dos melhores jogos do Mais Querido depois do segundo tempo ridículo em Porto Alegre contra o Grêmio. Flamengo não foi um time apático, buscou o jogo e quis a vitória diante da sua torcida na Ilha do Urubu. Os destaques vão para Cuéllar que é o dono da meiuca do Mengão mais uma vez liderando em desarmes e passes; e para Lucas Paquetá que mais uma vez se destacou, agora na sua posição de origem, e mostrou que tem personalidade e bola pra jogar no Flamengo.

Além disso, já tá na hora do Rueda lançar os Vinícius Jr no intervalo, comecinho do segundo tempo e dar mais tempo pra ele jogar. Vinícius - junto com o Paquetá - é quem parte pra cima do adversário, tenta jogadas mais ousadas pra quebrar a marcação. Na quarta ele demorou muito pra colocar a joia da Gávea no jogo e o Cruzeiro ficou muito mais com a bola no segundo tempo, finalizou mais, porém não levou muito perigo porque ficou no "late mas não morde", aliás, o Cruzeiro não ganhou do Flamengo esse ano: empate numa atuação extremamente cautelosa no primeiro turno do brasileirão; empatou os dois jogos da final da Copa do Brasil e perdeu nesse meio de semana, olha que nesse 2017 ganhar do Flamengo não é nenhuma tarefa das mais complicadas.

Com ânimos acalmados, entretanto, é muito pouco ainda pro Flamengo. O Rubro-Negro tem que fazer três ou quatro bons jogos agora pra chegar num nível melhor no jogo contra o Junior Barranquilla. Se forem atuações como o segundo tempo contra o Grêmio pode esquecer, amigo, não vai passar pra final da Copa Sul Americana. Flamengo tá numa situação que ele flerta com uma crise profunda a todo instante. Se domingo perder pro Palmeiras volta toda aquela situação chata de novo, e é uma oportunidade de crescermos porque o Palmeiras está fragilizado depois da derrota no clássico. Flamengo tem que fazer  e precisa fazer um grande jogo. Contra o Cruzeiro, depois de muito tempo, derrotou um dos chamados "grandes", campeão da Copa do Brasil e contra o Palmeiras, que também está à frente é uma outra oportunidade de buscar um bom resultado e devolver um pouquinho do que está devendo pro torcedor.

Saudações Rubro-Negras!


Matheus Morais
@danosmorais_

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.