Header Ads

Brinque mais comigo, Real Sociedad!

Nunca critiquei! (Foto: Ander Gillenea/AFP)

Esta temporada a Real Sociedad brincou com meus sentimentos e me fez de gato e sapato.
Já me iludi e desiludi várias vezes, cravei uma saída óbvia e inevitável que demorou muito mais do que o razoável do treinador Eusebio Sacristán, apontei lá no início empolgação para posição de Champions League, depois desilusão, depois um medo real de rebaixamento, outra ilusão (que bom!), e depois de tudo isso, como que querendo sossegar minha mente em relação a esse time, achei razoável pensar que, após uma virada de casaca covarde de um certo ex-zagueiro, a demissão de um treinador, e a distância quilométrica tanto do abismo quanto do topo o razoável era perceber sinais de um fim de temporada tão morno quanto melancólico.
ACHEI ERRADO! ELES ESTÃO ME FAZENDO SONHAR DE NOVO!
Nesta quinta, Real Sociedad TRÊS A ZERO no cascudo Atlético de Madrid de Diego Simeone, Griezmann e companhia.
Culpados da acusação: Imanol Alguacil, Adnan Januzaj e Willian José.
alguacil-kHRB--624x385@Diario Vasco
El Professor! (Foto: Reprodução – Diario Vasco)
Alguacil: Parece entender perfeitamente do que esse time precisa. É incrível. Ao dizer que não fica para a próxima temporada, tirou os pesos de si e dos próprios jogadores, e essa leveza se reflete em campo. Sem estar preso a um determinado sistema tático ou uma identidade mais rígida de jogo, o time à curto prazo está rendendo melhor, e sendo esta uma missão justamente de curto prazo não há o que criticar na postura, inclusive pode nascer daí uma base para o técnico que virá, por que não? A liberdade para lançamentos que os meias atualmente tem colocaram novamente em evidência Illarra e Zurutuza, e tiraram do limbo Rubén Pardo, que ainda se revela útil para o futuro, podendo se manter conosco.
januzaj 360 nobs
Conseguiremos o resgatar como fizemos com Carlos Vela? (Foto: Reprodução – 360nobs.com)
Januzaj: Em um crescimento constante de desempenho desde a saída de Eusebio, se tornou peça chave do time principal. Foi o melhor em campo na vitória contra os colchoneros, se movimentando dos dois lados do campo de ataque com muita versatilidade, driblando o que aparece pela frente com objetividade. Com direito a uma assistência no primeiro gol, e a uma partida ofensiva impecável, pode se tornar um dos grandes negócios feitos pelo time em sua história, principalmente nesse contexto atual de mercado inflacionado, quando custou “apenas” 7 milhões de euros mais 4 milhões em variáveis.
willian josé fica eterno
Vai ser difícil segurar esse monstrinho! (Foto: Divulgação – Real Sociedad)
Willian: Outra contratação absurda! 6 milhões de euros vindo do Las Palmas, em uma transação intermediada pelo Deportivo Maldonado, dono dos seus direitos, o atleta atualmente já tem valor de mercado em 20 milhões de euros segundo o site transfermarkt. Mas não se deve ficar só nos números, afinal eles apenas traduzem a absurda evolução dele em campo: ótima estatura aliada a boa movimentação e inteligência tática (traduzida neste jogo contra o Atlético de Madrid com um recuo ao estilo “falso nove”, e passe deixando Juanmi livre para encobrir Oblak no lance do segundo gol), ele também guardou o seu, o primeiro, e já conquistou a primeira convocação para a Seleção Brasileira. Nosso medo não é mais se ele vai dar certo ou não, mas se ele fica conosco para a próxima temporada.
Esses três protagonizam uma revolução inesperada de toda uma equipe que adquiriu equilíbrio entre os setores, com outras ascenções como a de Aritz Elustondo na lateral direita, Pardo no meio-campo e até mesmo Juanmi ultimamente brigando com méritos pela titularidade no ataque.
Com 43 pontos, em 11º lugar, com a permanência já garantida e em condições matemáticas de pleitear por posições europeias (SIM!) graças a ótima sequência recente de pontos, quem diria que a esta altura do campeonato estaríamos iludidos novamente? Pela enésima vez?
MUITO OBRIGADO, REAL SOCIEDAD! ME ILUDA MAIS!
Ficha técnica:
Real Sociedad: (4-3-3) Rulli; Aritz, Navas, Moreno e De la Bella; Illarra (cap), Pardo (Zurutuza, min.64) e Canales; Oyarzabal (Juanmi, min.72), Januzaj e Willian José (Bautista, min.88).
Atlético de Madrid: (4-4-2) Oblak; Juanfran (Vitolo, min.54), Savic, Godín (cap) e Vrsaljko; Correa (Torres, min.46), Saúl, Partey (Gabi, min.75) e Koke; Griezmann e Gameiro.
Gols: 1-0: Willian José, min.27. 2-0: Juanmi, min.80. 3-0: Juanmi, min.92.
Árbitro: Alberola Rojas. Amarelo para Juanmi da Real Sociedad.
Público: 21.404 espectadores.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.