Header Ads

Ceará 0 x 3 Flamengo: Já passou da hora de acordar

Em partida valida pela terceira rodada do brasileirão o Ceará foi derrotado pelo Flamengo por 3 a 0 na Arena Castelão, outra uma vez a performance do time alvinegro foi muito, mais muito abaixo do esperado e o resultado foi justo, venceu quem procurou vencer.
Jogando mal e sem assustar o adversário Ceará perde para o Flamengo. FOTO: Lucas Moraes / CearáSc
Tudo bem que o esquema com três zagueiros funcionou diante o São Paulo, hoje ocorreu o inverso, o Ceará foi um time perdido em campo e não fez nada para diminuir a superioridade flamenguista. Mas o problema ultrapassa a parte tática, além da nítida ineficiência do setor ofensivo, os jogadores alvinegros foram rendidos em campo. Em um primeiro tempo dominado, o Flamengo tinha caminho livre pelo lado direito, Vinicius Junior deitou e rolou e o time carioca aproveitou bem e foi dali que saíram as suas principais chances. Em um dos vários passes errados de Juninho saiu o primeiro gol da partida, Cuellar deixou Vinicius Junior em boa posição e Everson saiu atabalhoado, o Ceará por sua vez parava nos conhecidos e estressantes erros ofensivos e seguia sendo nulo ofensivamente.

A unica, isso mesmo o Ceará fez a proeza de ter apenas uma chance real de gol em toda a partida, foi no primeiro lance da segunda etapa, em jogada individual, Arthur ganha de dois marcadores e chuta para fora. O Flamengo seguiu na tranquilidade, tocando a bola e aos sete minutos não teve três zagueiros que tirasse a bola e Vinicius Junior novamente aproveitou a chance com o gol aberto. Eis que surge a principal e mais assustadora fragilidade do Ceará, a falta de opções, Chamusca (que tem uma parcela de culpa nisso tudo) sacou Reina e Romário para colocar em campo Wescley, que vem sendo figura nula em campo, Rafael Carioca que até hoje ninguém entende a sua permanência em Porangabussu e por fim o limitado Roberto. Novamente sem fazer muito esforço Diego subiu sozinho na área e cabeceou para assinalar o terceiro gol do time da Gávea, uma partida a ser esquecida, mas que deve ser vista e revista por quem faz o alvinegro cearense.

O fato de ter passado em branco nos três jogos da primeira divisão mostra o quão é deficiente o meio e ataque do Ceará, também é algo esperado para um time que hoje dependia de um jogador que praticamente não jogou um jogo inteiro na temporada para criar jogadas. A passividade ofensiva assusta, apenas um chute em 90 minutos é pouco para um time que joga em casa e necessitava da vitória, não é jogando bola para trás que se vence jogo.
Ataque do Ceará sai de campo mais uma vez sem marcar. FOTO: Thiago Gadelha / Diário do Nordeste
A fragilidade do elenco já está nítida, o torcedor ter o desprazer de ver Roberto, Rafael Carioca, Reina e muitos outros que não tem a menor condição de jogar uma série a sendo peças utilizadas com frequência e fritam a nossa paciência. Na partida de hoje, caso o nosso treinador realmente quisesse mudar a história do jogo não teria colocado Roberto para ser uma solução, não foi nem no estadual, será na primeira divisão?

Diretoria já passou da hora de acordar, reforços são precisos para anteontem, a demora dessas contratações já extrapolou todos os limites, o time caindo pelas tabelas e jogador que é bom nada. Dinheiro não falta, números de adesões ao programa de sócio torcedor aumentaram consideravelmente na ultima semana, em dois jogos mais de R$ 1.500.000,00 arrecadados, fora cota de televisão, contrato renovado com a Caixa e novo patrocinador. O que realmente falta ousadia para quem tem a caneta na mão, abrir os cofres e investir é NECESSÁRIO em uma série A, caso insista em esperar por jogadores no famoso 0800 não vão trazer atletas para resolvem o problema e a situação infelizmente ficará mais complicada do que já está. Que essa derrota vergonhosa sirva de algo, que os olhos de alguns que fazem o Ceará realmente abram e enxerguem a necessidade do time, que não são poucas.

Alo Chamusca, vamos parar com essa desculpa esfarrapada de que esta jogando com um time de orçamento superior, você treina um time de primeira divisão, onde a maioria dos seus adversários são desse nível orçamentário. Continuando com esse pensamento será mais difícil ainda a vida do Ceará nesse brasileiro, no mais se você tem amor ao seu emprego cobre contratações de quem é responsável por traze-las.

Série A é isso, não tem adversário ''mamão com açúcar'', não será com um elenco inferior em algumas peças do que o da temporada anterior que vamos conseguir responder a altura ao torcedor, falando em torcida essa fez sua parte, mais de 51 mil pagantes e adesões de sócios a rodo durante a semana, fizemos nossa parte, falta os jogadores, comissão técnica e principalmente a diretoria fazerem as suas.
Torcida fez sua parte, falta quem faz o Ceará fazer a sua. FOTO: Futeboles.
Próximo Jogo

O Ceará volta a campo no próximo domingo, 06/05 as 11 horas diante o Corinthians na Arena Corinthians.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 0 X 3 FLAMENGO

CEA: Everson, Valdo, Luis Otávio, Tiago Alves (Roberto), Arnaldo, Juninho, Richardson, Reina (Wescley), Romário (Rafael Carioca), Felipe Azevedo e Arthur. T: Marcelo Chamusca

FLA: Diego Alves, Rodinei, Rever, Juan, René, Cuellar (Jonas), Lucas Paquetá (Jean Lucas), Diego, Everton Ribeiro, Vinicius Junior e Henrique Dourado (Lincoln). T: Mauricio Barbieri

CARTÕES AMARELOS: CEA: Luis Otávio / FLA: Diego e Henrique Dourado

CARTÕES VERMELHOS: Não houve

GOLS: Vinicius Junior (41 1T) (07 2T) e Diego (25 2T)

Davi Maia / @davims


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.