Header Ads

Torcida unida, festa garantida, vaga merecida

CLASSIFICADOS! Com muita emoção, vontade e apoio da torcida o Goiás conseguiu eliminar o Avaí nesta quarta-feira(18) pela Copa do Brasil. Agora com 6,7 milhões de reais no bolso, o time esmeraldino aguarda o sorteio de seu próximo adversário que será qualquer um dos 7 brasileiros que disputam a libertadores além da Chapecoense que já foi eliminada em fases anteriores da competição.

A torcida esmeraldina compareceu em peso para empurrar o time
na quarta fase da Copa do Brasil. (foto: Goiás Esporte Clube)


O jogo não foi nada fácil, jogamos a maioria do segundo tempo com um jogador a menos e tivemos dois jogadores lesionados, mas isso não impediu que o time se entregasse até o ultimo segundo. Ontem se faltou habilidade ou técnica durante a partida, não faltou em nenhum momento duas coisas cruciais para se alcançar a vitória: raça durante os 90 minutos e apoio incondicional da torcida. E foi se esforçando, correndo mais com um a menos que o Goiás buscou a vaga, cada esforço de quem esteve presente naquele estádio foi válido. A entrega dos jogadores foi mais perceptível ao fim da partida, onde muitos após o apito final desabaram no chão de tanto cansaço.

O time lutou durante os 90 minutos para superar os catarinenses
O Goiás agora representa o Centro-Oeste nas oitavas de final.
(foto: Goiás Esporte Clube)
Assim como em Florianópolis e também em Maceió, tivemos o ponto positivo de dominar a posse de bola e trabalhar esse fator ao nosso favor. O primeiro tempo mostrou um Goiás determinado a marcar o primeiro gol e um Avaí acuado, dando sinais que sentiram a pressão da arquibancada. E para se ter domínio no meio campo, o time depende muito de bons meias que trabalhem bem a bola, ontem Giovanni conseguiu cumprir muito bem a função de fazer a bola girar no campo, alternando os lados do ataque com Carlos e Michael. Era questão de tempo para o time abrir o placar, e o destino premiou nosso camisa 10 com um pênalti à nosso favor sofrido por Carlos Eduardo. Giovanni converteu e fez 1x0 Goiás, aumentando ainda mais a festa dentro de campo e na arquibancada.

Giovanni vem sendo um dos jogadores mais regulares na temporada
esmeraldina, e ontem foi premiado com um gol. (foto: Goiás Esporte Clube)
As dificuldades começaram ainda no primeiro tempo. Léo Sena saiu do jogo lesionado para a entrada de Pedro Bambu após o camisa 8 sofrer uma falta covarde onde o juiz nada fez, e no segundo tempo o time viu Giovanni sair lesionado para a entrada de Tiago Luís, e Junior Viçosa abandonar a partida lesionado após nossa terceira substituição. Foi aí que nossa torcida fez a diferença, a animação das arquibancadas empurrou o time que respondeu dentro de campo com muita raça, entrega e dedicação por parte dos jogadores com destaques para Michael e Carlos Eduardo. E se no primeiro tempo a defesa já tinha ido muito bem, no segundo tempo a atuação foi impecável fazendo com que o Goiás passasse o jogo inteiro sem sofrer nenhum gol. Isso prova que Hélio dos Anjos, como prometido em suas entrevistas, trabalhou muito bem nosso sistema defensivo após a derrota contra o CSA sábado passado. 

A torcida fez a diferença, e empurrou o time até o final
(foto: Goiás Esporte Clube)

Não passamos nenhum susto com bolas aéreas que antes nos amedrontavam durante a temporada, Eduardo Brock teve seu posicionamento corrigido e foi impecável além disso os laterais Breno e Caíque se mostraram muito mais cientes de seu papel defensivo, evitando que o Avaí atacasse por suas costas. Todos os lances ofensivos do Avaí surgiram de finalizações de fora da área, inclusive acertaram duas na trave e outras duas do meia Moritz pararam em Rangel(mostrando que eles não conseguiam chegar perto do gol adversário) a unica exceção foi a finalização de Rodrigão após um vacilo de João Afonso(um acaso na partida) que foi feita dentro de nossa área defensiva.

Atuação sólida da defesa para garantir o placar.
(foto: globoesporte.com)

Mas nem tudo foi 100% perfeito. Hélio ao retirar Madison, e colocar João Afonso deixou claro que iria recuar o time até o fim do jogo, jogando com o manual debaixo do braço e aproveitando a vantagem mínima construída no placar. Tal mudança prejudicou o time na saída de bola, e também chamou a equipe adversária para nosso campo, nada que nos assustasse pois assim como foi dito acima, foram apenas alguns chutes de fora da área que causaram espanto ao torcedor, mas podemos contar com mais uma atuação sensacional de Marcelo Rangel. Não sofremos nenhum gol, mas devemos tomar cuidado com esse tipo de postura porque uma hora ou outra pode acabar custando muito caro.

A festa continuou mesmo após o apito final.
(foto: Goiás Esporte Clube)

Não foi a melhor das partidas por parte do Goiás este ano, há alguns detalhes ofensivos para se melhorar durante a Série B e ainda fica evidente a necessidade de um bom centro avante em nosso time, mas temos que parabenizar a festa na arquibancada e a garra do time que mesmo com uma arbitragem fraquíssima e o fato de termos um a menos durante boa parte do segundo tempo, o Goiás prevaleceu sobre as adversidades e conseguiu passar de fase. É esse tipo de mentalidade que devemos ter para a sequência da temporada, se quisermos terminar 2018 com um enorme sorriso no rosto e o acesso garantido a Série A. Agora é foco total na Série B, onde o Goiás volta ao Serra Dourada no próximo Sábado(21) contra o Figueirense.

O sorteio do próximo adversário esmeraldino na Copa do Brasil ocorrerá na próxima sexta(20).

DESISTIR NÃO ESTÁ EM NOSSO SANGUE!!

Linha de Fundo/ @SiteLF










Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.