Header Ads

A volta dos que não foram. Warriors 1 x 0 na final.


Em jogo espetacular, Warriors vencem de 124 x 114 na prorrogação, e abrem 1 x 0 na série.



   Ainda estou embasbacado com esse jogo meus amigos. Teve de tudo o que se possa imaginar que uma final de NBA pede. LeBron James incansável, carregou o time até o limite. Kevin Durant mesmo não estando na melhor das noites pontuou bem. E claro não podemos esquecer de Stephen Curry, jogando com a leveza de uma criança e a frieza de um vídeo game. Foram os ingredientes perfeitos para esse primeiro jogo da final.

   O primeiro quarto foi eletrizante. Apesar da lesão de Klay Thompson após um escorregão de JR Smith, o time de Oakland se manteve forte, Curry chamou a responsabilidade e as bolas começaram a chover na Oracle Arena. Enquanto isso nos Cavaliers, LeBron James carregava o time, elevando seu jogo ao máximo, para não deixar o adversário abrir uma vantagem, e assim, os "CAVS" terminam o primeiro quarto com um ponto na frente.

O jogo começou bastante disputado, um delírio aos fãs do esporte (Créditos: NBA.com)


   O segundo quarto começa no mesmo ritmo do primeiro, Klay Thompson volta dos vestiários com a saúde de ferro e pronto para o serviço. Os reservas dos Warriors seguravam a pressão do time de Cleveland, enquanto Larry Nance surpreendia no ataque dos Cavaliers. Mesmo com Draymond Green e Kevin Durant não correspondendo como o esperado. Curry e Thompson faziam questão de compensar. Apesar de todo esforço dos "Cavs" no ataque, no estouro do cronometro, Stephen Curry acerta uma cesta de  três pontos maravilhosa, levando o empate para o intervalo.

Stephen Curry foi o nome do jogo, cestas de três espetaculares. (Créditos: NBA.com)


   Começa o "terceiro quarto da morte" e o inicio já aparentava que o time Californiano faria jus a sua fama. Acertando belos contra ataques, os Warriors ameaçavam abrir uma vantagem no placar. Para total surpresa de nós expectadores, os Cavaliers não se entregaram, Lebron e companhia lutavam ao máximo, fazendo com que o espetáculo ficasse cada vez mais parelho e bonito. Termina o terceira quarto, Golden State em vantagem, porem Cleveland vivo no jogo.

   Tentarei resumir em palavras, a emoção que foi esse ultimo quarto. Do lado do time de Oakland, Green começou a acertar a mão e foi um leão na defesa, Durant e Curry pontuando e Thompson contribuindo com três pontos. Mesmo jogando muito bem, a enorme surpresa veio dos "Cavs". LeBron James e companhia fizeram o que se achava impossível, "bateram de frente", e estiveram á um passo da vitória. Porém a sorte estava ao lado dos Warriors, e após George Hill errar o lance livre da vitória, JR Smith conquista o rebote, e de forma esdrúxula, avançou de forma contraria ao garrafão, acreditando que a vitória pertencia ao seu time. Com o estouro do cronometro, a prorrogação era iminente. E o massacre de Oakland também.

Mesmo com 51 pontos de LeBron James. A vitória não veio para Cleveland. (Créditos: NBA.com)


   A prorrogação foi um show de horrores para os Cavaliers, Curry dominou o jogo, comandou o time para uma vantagem de dez pontos, LeBron não teve forças pra reagir e a apatia dominou o time dos "Cavs". No fim, Tristan Thompson foi expulso, e poderá ser punido por agredir Draymond Green. Fora essa cena lamentável, o jogo foi incrível, trazendo bastante esperança de grandes jogos, no futuro da série.

Missão quase impossível parar esses dois. (Créditos: NBA.com)


   Golden State Warriors e Cleveland Cavaliers voltam a se encontrar no domingo. A promessa é de um jogo intenso e disputado do começo ao fim. E quem tem a ganhar com tudo isso, somos nós. Então marca na sua agenda. Se liga do Twitter do linha de fundo. E prepara o coração. Será um jogo daqueles.

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.