Header Ads

Pós-Jogo: CSA 0x0 Fortaleza - Saimos vivos e confiantes de Maceió


  Depois de mais uma semana sem saber sobre contratações, o Fortaleza foi até Alagoas enfrentar o time do CSA.  O Fortaleza foi bastante modificado, começando pelo esquema tático, que passou para o 4-4-2, com Marcelo Boeck; Tinga, Diego Jussani, Ligger e Leonan; Derley, Nenê Bonilha, Dodô e Marlon; Marcinho e Wilson.
[FOTO: Gustavo Henrique/ Ascon CSA]


 A proposta de jogo Tricolor logo nos primeiros minutos da partida foi clara, ou seja, suportar a pressão do adversário, porém, sempre que podia foi também ao ataque. No primeiro tempo, o tricolor soube administrar e segurar o CSA, ficando até com uma maior posse de bola. O jogador Marlon foi recuado para compor o meio de campo, fazendo com que o jogador demostrasse um bom futebol, já que não o víamos desde quando ele chegou para jogar no Leão. Junto com o Dodô eles souberam prender a bola, dar movimentação e cadenciar o jogo de acordo com o ritmo Tricolor. Um dos poucos que apareceu no primeiro tempo foi o jogador Nenê Bonilha, sendo um dos destaques da partida e uma das peças fundamentais para o placar ter permanecido no empate, quando no segundo tempo salvou o Fortaleza, tirando uma bola em cima da linha da meta tricolor.  Outro jogador fundamental no jogo, foi o nosso goleiro Marcelo Boeck, que conseguiu defender bolas a queima-roupa de Walter e Ferrugem, ainda no primeiro tempo. No segundo tempo, o Tricolor teve a consciência de saber que foi coadjuvante na partida, mas soube segurar a pressão do adversário. O Tricolor volta agora para a capital Alencarina para enfrentar o time do Avaí, na próxima terça-feira, dia 24, às 21:30, na Arena Castelão.

[FOTO: Ailton Cruz/ Gazeta de Alagoas]


  Por mais que tenhamos apresentado um bom futebol, comparado aos jogos passados, ficou evidenciado que não podemos continuar com um ataque tão inofensivo, com Wilson. O jogador que entrou no lugar do nosso artilheiro Gustavo, nada mais é que uma plateia dentro de campo, não apresentando nenhum perigo para os adversários. O treinador Rogério Ceni, em entrevista coletiva depois da partida diante do CSA falou sobre as dificuldades no ataque tricolor, abre aspas: "O Sistema mudou por inteiro no ataque. Com certeza o setor que nós vamos sofrer mais é o ataque" e ainda falou, em outras palavras, que é preciso ter tempo para que as peças novas se ajustem ao modo como ele joga e ter entrosamento com os outros jogadores, além disso ele afirmou que: "A gente começa a ter um pouquinho de opção. Porque até o jogo passado não tinha muita opção para troca". 

FICHA TECNICA
BRASILEIRO SÉRIE B – 16º RODADA

CSA 0x0 Fortaleza
Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió, Alagoas.
Data: 20 de julho de 2018
Hora: 21:30
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Assistentes: José Reinaldo Nascimento Junior e Luciano Benevides de Sousa (DF)
Cartões Amarelos: Nenê Bonilha, Derley (Fortaleza); Niltinho (CSA)

CSA
Lucas Frigeri; Celsinho, Leandro Souza, Xandão e Rafinha; Yuri, Ferrugem (Juan) e Daniel Costa; Niltinho (Echeverria), Didira e Walter (Alemão). 
Técnico: Marcelo Cabo

FORTALEZA
Marcelo Boeck; Tinga, Diego Jussani, Ligger e Leonan; Nenê Bonilha (Felipe), Derley, Marlon e Dodô; Marcinho (Douglas Coutinho) e Wilson (Getterson).
Técnico: Rogério Ceni



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.