Header Ads

Goleada com toque de mágica

Depois da derrota na estreia, o Tricolor venceu o Foz sem muitas dificuldades. Se soltando aos poucos na partida, a equipe de Dado Cavalcanti transformou a vitória em goleada e se recuperou bem na competição: pulou da lanterna para a vice liderança do grupo B, um ponto atrás do coritiba.


Foto: Geraldo Bubniak
O JOGO
Dado Cavalcanti precisou mudar o time: Eduardo Bauermann, suspenso, e Kessley, lesionado, desfalcaram o Tricolor. Missão dada a Rodolfo e ao prata-da-casa Alesson. Regularizado, Fernado Neto também estreou com a camisa Paranista.

Fernando foi o jogador mais ativo do Paraná no 1º tempo, marcava, criava e ditava o ritmo da equipe. Apesar da partida controlada, nada de gols na 1ª etapa, Fernando parou em Fellipe Alisson e Alesson, quase marcou uma pintura de voleio. A grande chance foi de Higor Leite: na cobrança de pênalti, Fellipe Alisson evitou o gol Paranista.

O 2º tempo tempo foi completamente diferente: logo com 1' em cobrança de escanteio, bate-rebate e bola na mão: pênalti. Dessa vez Jenison foi para cobrança e não desperdiçou: 1º gol Tricolor no ano. Logo depois em bola jogada de Alesson uma bola com açúcar para Andrey ampliar.

Se já tava bom, entrou em ação o mago, Maicosuel. Após pênalti sofrido por Rodrigo Carioca, ele bateu e fez: 3 x 0. Para fechar o marcador, em mais uma boa jogada de Alesson, ele foi a linha de fundo e rolou para trás e Maicosuel encheu o pé, sem chances para Fellipe. De quebra o mago ainda assumiu a artilharia da competição, ao lado de Alan Costa e Tiago Oroboró, e com apenas 30' em campo.

ATUAÇÕES
O grande destaque do jogo foi Fernando Neto. O meio campo ditou o ritmo da partida, mostrou habilidade em lances, acertou lançamentos excelentes e deu seu cartão de visita. Junto a ele no meio, Luiz Otávio se soltou na 2ª etapa, participou ativamente e cortou várias bola na defesa. Já Higor Leite mais uma vez teve atuação apagada, além de desperdiçar a penalidade.

O sistema defensivo não foi muito acionado. Timbó foi seguro, assim como Rodolfo, que substituiu Bauermann. Sciola apareceu mais no jogo do que na estreia, enquanto Juninho foi limitado na esquerda. No ataque Jenison e Andrey marcaram, enquanto Alesson deu duas assistências  na partida.

O banco também dispensa comentários: Maicosuel entrou e anotou dois. Rodrigo Carioca sempre entra fazendo fumaça lá na frente e dessa vez sofreu um penalti. O mais apagado foi Jean Lucas, que entrou fora de posição, devido a contusão de Andrey.

3ª RODADA
Com outros olhos para a competição, o Paraná agora só depende dele mesmo para se classificar. Com essa missão, o Tricolor viaja até Maringá para enfrentar o time da casa. Dado Cavalcanti pode ter problemas: Kessley está no DM e Andrey e Jenison sentiram no último jogo e podem ser vetados. Por outro lado ele terá a volta de Eduardo Bauermann, que cumpriu suspensão diante do Foz.

🆚 Maringá x Paraná Clube
🕒 27/02 - 17h
🏟 Willie Davids - Maringá (PR)


Fellipe Vicentini | @_FellipeS

#PRaCima


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.