Header Ads

Nem a Flamengada vem



Flamengar.
Verbo.
Ato de entregar o jogo mais fácil do mundo do jeito mais patético possível.

Uma vez por ano tem uma dessas, e quando o Inter empatou no gol de Edenilson o Flamengo dava toda pinta que esse jogo seria a Flamengada do ano.

Mas o mar de amor está tão forte que nem a Flamengada vem. 3x1 no Inter.

Com dois detalhes: jogando com sono e sem precisar da massa.

O jogo começou normal. Nós no ataque e eles sem ameaçar. Até Everton Ribeiro desconcertar o meio do Inter e achar Gabigol. Drible no goleiro e penalti claro. Expulsão e Flamengo 1x0.

Dava pra melhorar? Dava.

Enquanto via o Flamengo atacar do outro lado do campo, vi o juiz caminhando calmamente e Guerrero chutando o ar que nem um doido. Expulsão. Depois fui saber que chamou o juiz pra briga e meteu até dedo do meio. Momento André Luiz do jogo.

Tudo certo, né? Tava fácil demais. Soninho bateu. E uma nova tradição começa no Flamengo: as entregadas de Rodrigo Caio em jogos fáceis. Galo, Goiás e hoje. Aos 4 do segundo tempo, gol de Patrickenilson.

A certeza da Flamengada veio mas foi embora mais rápido que o Bruno Henrique passando na ponta.

"Tu ousa achar que vai ganhar de mim com dois a menos?. Já é então!"

 O gol do Inter foi aos 4. Aos 6, Lomba caiu no chão pra fazer cera. Aos 9, o jogo recomeçou. Aos 10, Rafinha cruzou pra Arrascaeta fazer. Flamengo 2x1.

Dali, soninho até o fim do jogo. Toque pra um lado, toque pro outro e jogo controlado enquanto se esperava o tempo passar. Lá embaixo e lá em cima. É nítida a elitização do setor Norte após se classificar nas quartas da Libertadores. Número de sócios-torcedores fica maior, quem pode assina os mais caros. Arquibancada elitiza, a voz diminui. Ponto.

Jesus vendo o sono colocou ainda Vitinho, Berrio e Reinier. Antes disso Bruno Henrique já tinha feito o terceiro pra dar tranquilidade. Foi tão fácil que no meio do jogo gravei um stories. Fla-selfie por um dia. Mal time.

Só lamento as expulsões porque as acusações de favorecimento virão, apesar de ambas muito claras. 

Mas que falem. O que importa é a liderança e a penúltima etapa do setembro perfeito. Que venha o São Paulo.

No mais,
Saudações Rubro-negras.

(Imagem: Alexandre Vidal/Flamengo)


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.