Header Ads

Série B "arruma a casa" ?



 Torcida, títulos, patrimônio, receitas, exposição na mídia, regularidade técnica, organização financeira e tradição. São uns dos quesitos para um time ser considerado “grande” no Brasil, e cair para a série B apequena um time ou o fortalece? Uns dos protagonistas da final da Copa do Brasil deste ano, o Internacional é uns dos exemplos de reconstrução pós Série B.

Jogar a zona de acesso do Campeonato Brasileiro para “times grandes” é difícil, e por vezes parece interminável. Jogos nas sextas, sábados, segundas e terças, em várias regiões afastadas, disputas difíceis para quem não está acostumado. Não importa o nome dos jogadores do time grande, tem que saber jogar a Série B, ela cansa e eles tem um único objetivo: Voltar para a Elite do futebol Brasileiro.

Apagar o ano de 2017 não é possível, acredito que nem tenha que ser apagado, e sim lembrado para que nunca se repita. Boa parte do elenco da desastrosa Série B colorada estão hoje ainda no clube, e terão a chance de reconciliar a história do clube. Foi um campanha abaixo do espero, com vários deslizes, três treinadores diferentes, resumindo um ano marcado de protestos da torcida, viagens longas, jogos feios e confusões financeiras de anos anteriores que estouraram tudo naquele ano e foram uns dos motivos que causaram a queda do time em 2016.  Uendel, D'Alessandro, Nico, Dourado, William Pottker, Víctor Cuesta, Edenilson, Danilo Fernandes e Marcelo Lomba, além de Klaus, Daniel e Dudu, todos estavam naquela campanha recheada de percalços, alguns hoje são os responsáveis pela boa campanha do Inter.

A volta a elite do futebol brasileiro aconteceu, e foi o que surpreendeu muitos, por algumas rodadas o Inter chegou a liderar a tabela e disputar o Campeonato Brasileiro, acabou ficando na terceira colocação e voltando à Libertadores. Em 2019, vemos uma crescente do ano anterior, um time limitado que não se limita diante o seu adversário, principalmente em casa. União, força de vontade, muita garra e uma boa campanha em todas as competições. 

É visível a reconstrução que acontece no Internacional. O passado foi um aprendizado e com muitas chances de ser campeão, o colorado chega a sua terceira final para conquistar esse título que com toda a certeza será um presente MERECIDO a todos os colorados que passaram momentos de aflição desde 2016.



A chance de grandeza está aberta uma vez mais para o Inter. Resta aproveitá-la.    


Os exemplos de quem foi ao fundo do poço e voltou com taças

Corinthians
Rebaixado em 2007
Campeão da Série B em 2008
Volta à Série A em 2009
Campeão da Copa do Brasil em 2009

Grêmio
Rebaixado em 1991
Disputou a Série B em 1992
Campeão Gaúcho em 1993
Volta à Série A em 1993
Campeão da Copa do Brasil em 1994
Campeão Gaúcho em 1995
Campeão da Libertadores em 1995
Campeão Gaúcho em 1996
Campeão Brasileiro em 1996
Campeão da Recopa Sul-Americana em 1996
Campeão da Copa do Brasil em 1997
Rebaixado em 2004
Campeão da Série B em 2005
Campeão Gaúcho em 2006
Volta à Série A em 2006
Campeão Gaúcho em 2007

Vasco
Rebaixado em 2008
Campeão da Série B em 2009
Volta à Série A em 2010
Campeão da Copa do Brasil em 2011

Palmeiras
Rebaixado em 2012
Campeão da Série B em 2013
Volta à Série A em 2014
Campeão da Copa do Brasil em 2015


UMA CERTEZA: A SÉRIE B ARRUMA A CASA! 

@albuquerquegrazii
Graziele Albuquerque 
 
Divulgação



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.