Header Ads

Mesmo derrotado, Nacional avança a final

Na tarde deste sábado, o Nacional foi derrotado após enfrentar o Penarol pelo placar de 3x2. Ainda assim, o clube se classificou para final já que ganhara a primeira partida pelo placar de 2x0. Mesmo com a final da Champions League sendo disputada no mesmo horário do jogo, cerca de 600 corajosos acompanharam a classificação.

600 corajosos acompanhando a semfinal do Barezão.
O técnico Aderbal Lana escalou 4 volantes e 2 meias, mas isso não quis dizer que o time jogou em uma retranca. Lídio e Bruno Potiguar jogaram avançados, fazendo com que a equipe jogasse no 4-2-3-1, que dava bastante liberdade para Fininho se movimentar. O time começou imprimindo seu ritmo de jogo, tocando a bola e procurando a bola longa na costa dos defensores adversários. Fininho abriu o placar com um golaço de fora da área.

Fininho comemorando seu golaço.
A partir do gol, o Penarol acordou, e consequentemente, melhorou na partida. Com mais objetividade, o adversário tinha volume de jogo e sabia usar seus laterais e jogadores de velocidade. O empate veio ainda no primeiro tempo. A equipe nacionalina perdera o controle do jogo e as jogadas não fluíam, e assim terminou o primeiro tempo.

No segundo tempo, Railson voltou no lugar de Lídio. O time passou a ser mais vertical e atacar mais. Porém não era o suficiente para abrir o placar. O Penarol, que havia terminado bem o primeiro tempo, virou a partida com um gol de falta.

O Nacional então se lançou a frente para conseguir o empate. Thiago Marin e Hyantony entraram para aumentar o poder de fogo do time. O rendimento melhorou e a equipe passou a encontrar mais espaços.

Hyantony empatou o jogo após bela arrancada, que terminou em um chute rasteiro, e foi literalmente pra galera. 2x2.
Hyantony foi pra galera, definitivamente.
O Penarol voltou a mandar no jogo em busca do terceiro gol, e a equipe nacionalina se fechou para contra-atacar. Os contra-ataques surgiram, porém a equipe perdeu várias oportunidades. O adversário marcou o terceiro de pênalti, após lambança da arbitragem. Mesmo com pouco tempo, a equipe nacionalina criou chances. O jogo terminou com a equipe pressionando em busca do empate.

O FUTEBOL É GIGANTE!!!
Nacional: Rodrigo Ramos; Peter, Kelvin, Robinho e João Rodrigo; Dênis, Felipe Manoel, Lídio (Raílson), Bruno Potiguar (Thiago Marin) e Fininho; Jr Paraíba (Hyantony)

Penarol: Robson, Kitó, Maceií, Piru e Rafael; Piuba, Célio, Thompson e Leãozinho; Binho e Têti


@gabrielantony_ || Gabriel Antony

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.