Header Ads

O Gigante ainda vive

   No jogo que representava alívio e confiança, o Vasco teve uma grande atuação e finalmente voltou a marcar com a bola rolando.

Foto: GE
   O primeiro tempo foi comandado pelo vascaínos, pressionavam e eram superiores, assustavam os palmeirenses. Prass teve que fazer boas defesas para que o gol não saísse, mas aos 34 minutos Nenê cobrou o escanteio e Rafael Silva subiu sozinho para cabecear, sem chance para o goleiro alviverde. 1 a 0 para o time carioca.

   O segundo gol veio cinco seis minutos depois. Dessa vez, de Rafael Silva brigou pela bola, a defesa palmeirense se atrapalhou toda e deixou Nenê sozinho, ele dominou e cara a cara com Fernando Prass deu uma cavadinha espetacular para aumentar a vantagem Cruz-Maltina, vale lembrar que o Vasco não marcava com a bola rolando desde a 27ª rodada, isso deu um basta no tabu vascaíno. Depois dos gols, houve ainda duas chances, uma falta sobre Rafael Silva e um escanteio marcado por Nenê, onde quase saiu um gol olímpico.
  
   Mas a primeira etapa terminou 2x0 para o Vasco, com uma atuação incrível, a equipe se mantinha viva no campeonato e tudo que precisava era segurar esse resultado. 

Foto: GE
   A etapa final começou com uma pressão fortíssima do time da casa. O Palmeiras jogava com tudo que tinha, Marcelo Oliveira, técnico Palmeirense, fez as três substituições antes da metade do segundo tempo, tudo para tentar uma reação. O time chegou a assustar com uma bola que explodiu no travessão, aos treze minutos e Martín Silva ainda teve que fazer algumas defesas para impedir que a equipe alviverde conseguisse mudar o placar do jogo.
   
  Mesmo com todas as investidas dos donos da casa, o Vasco se manteve firme e conseguiu segurar a vitória. A equipe carioca segue viva na luta contra o rebaixamento e dá esperanças ao torcedor que ainda acredita. Com a vitória contra o Palmeiras, o Vasco saiu da lanterna e diminui em 12% a chance de cair, segundo matemáticos. O risco agora é de 84%, ainda é enorme, mas as últimas rodadas podem mudar o panorama e é nisso que acreditaremos até o fim. Precisamos de três vitórias e um empate em quatro jogos. Parece impossível, mas o Vasco é o time da virada e nós não desistiremos sem lutar!
  
  Na próxima rodada o Cruz-Maltino enfrentará o líder Corinthians, dia 19, em São Januário, às 22h. Enquanto o Verdão jogará contra o Atlético-PR, no dia 18, na Arena da Baixada, às 21h.

                                                                                          Ana Clara Soares (@AnaClaraSoares1)


Ficha Técnica:

Vasco: Martín Silva, Madson, Luan, Rodrigo, Julio Cesar, Serginho, Diguinho, Andrezinho, Nenê (Rafael Vaz), Rafael Silva (Julio dos Santos), Riascos (Eder Luis). Técnico: Jorginho.

Palmeiras: Fernando Prass, João Pedro, Jackson, Vitor Hugo, Egídio (Fellype Gabriel), Thiago Santos, Zé Roberto, Robinho, Rafael Marques (Kelvin), Lucas Barrios (Alecsandro), Gabriel Jesus. Técnico: Marcelo Oliveira.

Árbitro: Anderson Daronco
Cartões Amarelos: Jackson (Palmeiras), Madson, Luan, Seginho, Riascos (Vasco).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.