Header Ads

Botafogo estreia com vitória fácil no Carioca

Após exibição sofrível em amistoso realizado na última semana, o Botafogo fez na tarde deste sábado (30) sua primeira partida oficial em 2016. Foi a estreia do Glorioso no Campeonato Carioca, diante do Bangu, em São Januário. Sob um sol escaldante, o Alvinegro não encontrou dificuldades para vencer. O próximo jogo acontece na terça, dia 2, às 20h30, também em São Januário. O adversário é a Portuguesa.

O JOGO

A expectativa não era lá muito boa. O Botafogo entrou em campo sob a desconfiança, afinal, o time não possui grandes nomes. Mas, ao contrário do que se esperava, a atuação da equipe foi boa. Sem dificuldades, logo aos 8 minutos o Glorioso abriu o placar com o argentino Gervasio Nuñez. Luis Ricardo deu bom passe para Yaca (como Gervasio é chamado), que recebeu a bola sozinho dentro da área e chutou no canto, sem chances para o goleiro Célio Gabriel.

Gervasio Nuñez comemora o primeiro gol do Botafogo no ano (Foto: Vitor Silva/ SS Press/ Botafogo)
(Reprodução/Twitter)
Aos 11', o Botafogo teve a chance de ampliar o placar. Após cobrança de escanteio, a bola passou por dois jogadores, que não conseguiram desviar. Aos 15 minutos, o zagueiro Emerson cobrou falta e mandou uma bomba na direção do gol, mas o goleiro do Bangu espalmou para o lado. Minutos depois da parada técnica, o alvinegro fez o segundo gol com Renan Fonseca, de cabeça, após cobrança de falta de Gegê. Aos 32', Yaca arriscou de fora de área e obrigou Célio Gabriel a espalmar. No minuto seguinte, Luis Henrique desperdiçou ótima oportunidade quando recebeu bom cruzamento, mas se enrolou na hora de finalizar.

Aos 38 minutos, Rodrigo Lindoso arriscou bem de fora da área e Célio Gabriel defendeu. No rebote, Luis Henrique chutou e o goleiro mais uma vez pegou. Aos 45', o árbitro encerrou o primeiro tempo.

O Botafogo voltou para o segundo tempo sem alterações. O ritmo da partida caiu e o Glorioso apenas controlava o resultado. Aos 9 minutos, Gegê recebeu ótimo passe de Luis Ricardo, o jovem driblou e chutou com a perna direita, mas a defesa afastou o perigo. Aos 12', Airton foi substituído por Dierson. Aos 25' já com a partida controlada, Ricardo Gomes promoveu a segunda alteração na equipe: Gervasio Nuñez deu lugar ao jovem Ribamar, promessa de gols da base. Aos 32', Luis Henrique quase fez o terceiro gol do Botafogo quando arriscou de fora da área, mas a bola bateu na trave. Aos 39', Gegê, sob as vaias, foi substituído por outra revelação da base, o meia Leandrinho. Minutos mais tarde, em contra-ataque perigoso, o alvinegro se enrolou, Luis Henrique demorou a soltar a bola e, quando tocou, Leandrinho se atrapalhou. Aos 47', o apito final. Botafogo 2 a 0 e estreia tranquila.

OBSERVAÇÕES

O Botafogo, antes mesmo de iniciar sua participação no Carioca, já deu susto na torcida. Sem a CND (Certidão Negativa de Débito), que hoje é pré-requisito para que os clubes possam participar de competições, o clube quase foi impedido de disputar o campeonato. Porém, uma liminar concedida pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) garantiu vaga do Glorioso no estadual. Ufa!

O Botafogo entrou em campo com uma camisa especial em homenagem aos 80 anos do Tetracampeonato Carioca (1932-33-34-35). Vale lembrar que o Glorioso é o único clube a conseguir tal feito. O uniforme ganhou selo comemorativo e o resultado ficou bem legal. 

Camisa comemorativa (Foto: Vitor Silva/ SS Press/ Botafogo)
O Botafogo terminou o jogo com seis jogadores oriundos da base: Diego, Emerson, Dierson, Leandrinho, Ribamar e Luis Henrique.

Gegê não é muito querido pela torcida, afinal, seu futebol é bem pífio, mas na partida ele não fez uma má exibição. Achei injusto ele ter sido vaiado durante todo o jogo. Isso é ruim para ele e, consequentemente, para o time.

Por enquanto, com elenco fraco, o Botafogo vai sofrer com a desconfiança. A equipe deve se entrosar aos poucos e mudanças ocorrerão. Jogadores devem chegar ao longo do Carioca e também para a disputa da Série A. O time titular certamente será outro. Com CND's em mão e patrocínio e fornecedores firmados, a esperança é de que o alvinegro volte a ter grana, pelo menos para se manter.

O Botafogo trouxe, até agora, Diogo Barbosa (lateral), Emerson Silva e Joel Carli (zagueiros), Bruno Silva, Gervasio Nuñez e Damian Lízio (meias).

FICHA DO JOGO

Bangu 0
Célio Gabriel, Paulo Barrach, Anderson Penna, Arthur Sanches, Guilherme; Ives, Júnior, William Amendoim, Giovanni Carioca (Magnum), Almir; Geraldo (Salatiel). Técnico: Emanoel Sacramento.

Botafogo 2
Jefferson, Diego, Renan Fonseca, Emerson, Diogo Barbosa; Airton (Dierson), Rodrigo Lindoso, Luis Ricardo, Gegê (Leandrinho), Gervasio Nuñez (Ribamar); Luis Henrique. Técnico: Ricardo Gomes.

Estádio: São Januário (RJ).
Árbitro: Péricles Bassols (RJ).
Assistentes: Wagner Santos e Daniel Parro (RJ).
Gols: Gervásio Nuñez (8' do 1º T), Renan Fonseca (22' do 1º T).
Cartões amarelos: Júnior, Giovanni Carioca e Almir (Bangu); Airton (Botafogo).
Público: 2.049.
Renda: R$ 36.305,00.

Por: Gabriel De Luca (@biel_dluca)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.