Header Ads

Londrina domina e vence PSTC na primeira rodada

O dia era de sol, o jogo era fora (mesmo que como mandante da partida) e a missão era uma só: estrear com vitória em cima do PSTC. E assim foi a partida na cidade de Arapongas, onde o Londrina mandará alguns jogos até que um dos estádios da cidade fiquem prontos, vitória do Tubarão.

Foto: Wellington Ferrugem
No primeiro tempo, a equipe Alviceleste manteve o controle da posse bola, mas criou poucas chances claras de gol. A primeira oportunidade apareceu quando Luizão pegou a sobra do escanteio e cruzou para Germano, que, um pouco desequilibrado, bateu de perna direita e mandou a bola pela linha de fundo. Outra oportunidade viria a aparecer novamente apenas aos 11 minutos, quando o estreante Oliveira chutou fraco de fora da área e facilitou a defesa do goleiro Lucas.

Apesar de outras chances que Rafael Gava criava, o grande perigo do primeiro tempo veio dos pés de Wellison, que, de perna esquerda, mandou uma bomba e acertou o travessão. O PSTC se fechava atrás e tentava jogar no erro da equipe mandante, e este erro aconteceu aos 39 minutos, quando Luizão deixou a bola escapar nos pés de Caxambu, mas em nada o lance resultou, já que Germano apareceu para cortar. O primeiro tempo terminou e as equipes foram aos vestiários com o placar zerado.

Na volta para o segundo tempo, a equipe visitante gastou a primeira substituição, entrou Chimba no lugar de Lucão e a substituição não fez efeito, já que o PSTC continuava apático, esperando um erro do Tubarão para guardar o seu gol. Apesar disso, aos 10 minutos, após troca de passes pelo meio, Afonso finalizou de fora da área, mas viu o chute parar nas mãos de Marcelo Rangel.

Vendo que o time não conseguia evoluir suas jogadas pela meia cancha, Claudio Tencati decidiu mexer, trocou um dos estreantes, Oliveira, por um velho conhecido da torcida, Paulo Roberto. Este foi o divisor de águas da partida, já que o jogador deu outra movimentação ao meio campo do Londrina e de seus pés saiu o passe para o gol quando ele lançou a bola, Bruno Batata matou no peito e estufou as redes para alegria dos 3094 torcedores presentes. A partida seguia pouco movimentada e com poucas chances para ambos os lados até que o PSTC marcou, mas a alegria durou pouco, pois o auxiliar marcara impedimento de Afonso.

Deste lance em diante, o PSTC decidiu atacar e movimentar a bola sempre pelo meio. Vendo a deficiência de sua equipe, mais uma vez Claudio Tencati trocou seus atletas, tirou Bidia e colocou o experiente Jumar, justamente com a intenção de proteger sua zaga e evitar que a bola chegasse com facilidade à sua área defensiva. A substituição surtiu efeito e fez que o Londrina corrigir a má postura defensiva. Com a partida controlada, o Tubarão mais uma vez se atirou ao ataque e de novo e dos pés de Paulo Roberto saiu um cruzamento que resultou no gol de Rafael Gava, aos 46 do segundo tempo. Partida finalizada e primeiro oponente do ano derrubado.

Ficha técnica:
Londrina: Marcelo Rangel, Romário, Silvio, Luizão e Paulinho; Bidia (Jumar), Germano, Leandro Oliveira (Paulo Roberto) e Rafael Gava; Wellison e Bruno Batata (Netinho). Técnico: Claudio Tencati.

PSTC: Lucas, Lorran, Márcio Barbosa, Tyron e Índio. Mekelelê (Arthur), Neto, Caxambu, Alex Santos (Rafael Lemes); Lucão (Chimba) e Afonso. Técnico: Reginaldo Vital.

Público e renda:
Pagante: 2769
Total: 3094
Renda: R$ 44460

Próxima partida:
Londrina x Toledo
20h00min - Estádio dos Pássaros (Arapongas)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.