Header Ads

Na estreia do Catarinense, Chapecoense vence Inter de Lages na Arena Condá

Foto: Gilberto Pace Thomaz
Na tarde chuvosa deste sábado (31), o Verdão recebeu o Inter de Lages na estreia do Campeonato Catarinense 2016. Com gols do zagueiro Cristian contra e Bruno Rangel, a Chapecoense fez o dever de casa, venceu por 2x1 e iniciou a caminhada em busca do quinto título estadual com o pé direito.

Sem poder contar com Maranhão, Moises e Martin Alaniz por não terem seus nomes no BID da CBF, Guto Ferreira confirmou a equipe titular com Silvinho no ataque e Lucas Gomes no meio, contando também com a volta do artilheiro Bruno Rangel.

O JOGO

O primeiro tempo começou sem muita inspiração de ambas as equipes. A primeira chegada aconteceu apenas aos 21 minutos, quando Dener cruzou na medida para Lucas Gomes, que sozinho cabeceou em cima de Neto Volpi. O lance pareceu ter animado à torcida e os jogadores do Verdão, que quatro minutos depois abriu o placar. Após cruzamento de Cleber Santana, o zagueiro Cristian tentou cortar e mandou contra o próprio patrimônio, marcando o primeiro gol do Catarinense 2016.

A Chape ampliou aos 30 minutos quando Cristian cometeu nova falha, cortou mal o cruzamento e a bola sobrou livre nos pés do artilheiro Bruno Rangel, que bateu direto para o fundo das redes. O atacante chegou a 59 gols com a camisa do Verdão, ficando a quatro de se tornar o maior artilheiro da história da Chapecoense, marca que hoje é do ex-atacante Índio, com 62 gols.

Rangel marcou o segundo gol e se aproximou de se tornar maior artilheiro da história da Chapecoense. (Foto: Gilberto Pace Thomaz)
Atrás no placar, foi à vez do Colorado ir para o ataque, mas, sem inspiração ofensiva, o time não conseguiu furar o bloqueio da zaga Chapecoense, confirmando o 2x0 na primeira etapa.

O segundo tempo começou sem alterações das equipes e sem chuva. Logo aos três minutos, Dener cobrou falta e acertou o travessão do goleiro Neto Volpi. A pressão era verde e branca e aos 10 minutos foi à vez de Gimenez arriscar de longe e obrigar o goleiro Colorado a praticar bela defesa.

Aos 16 minutos, Isac recebeu na área e foi puxado por Neto. O árbitro marcou pênalti para o Inter, na cobrança Gustavo deslocou o goleiro Danilo e diminuiu o placar na Arena Condá. Com as duas equipes sem inspiração, o placar final de 2x1 garantiu os primeiros três pontos na tabela para a Chapecoense.

Na próxima rodada o Verdão viaja na quarta-feira para enfrentar a equipe do Camboriú, no Estádio Roberto Santos, às 19h30. Já o Inter, no mesmo dia, recebe em Lages o Guarani de Palhoça, no Estádio Tio Vida, às 20h30.

FICHA TÉCNICA

Local: Arena Condá, em Chapecó.
Público: 3.772 torcedores.
Renda: R$ 38.690,00.
Arbitragem: Bráulio da Silva Machado, auxiliado por Kleber Lúcio Gil e Neuza Inês Back.
Cartões Amarelos: James e Parrudo (INT).
Gols: Cristian (contra) aos 25 e Bruno Rangel aos 30 minutos do primeiro tempo (CHA), Gustavo aos 18 minutos do segundo tempo (INT).

CHAPECOENSE (2)
Danilo; Gimenez, Neto, Thiego, Dener; Gil, Cleber Santana, Lucas Gomes (Neném); Silvinho, Ananias (Lourency), Bruno Rangel (Kempes). Técnico: Guto Ferreira.

INTER DE LAGES (1)
Neto Volpi; Weriton, Cristian, Petterson, James; Bruno Sena (Coutinho), Michel Schmoller, Parrudo, André Gava (Lucas Fernandes); Gustavo, Isac. Técnico: Waguinho Dias.

Marcelo Weber || @acfmarcelo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.