Header Ads

Sem aproveitar as chances, CRB perde para o Vasco

Primeiro tempo

Começo de jogo arrumado do Regatas, marcando a equipe carioca em cima, pressionando a saída de bola. O Vasco mostrava dififuldades em criar o jogo e chegar à área do CRB. Em cobranças de falta, as equipes foram fazendo as primeiras finalizações na partida.

Pressionando a saída de bola do Vasco, aos 27' Júlio Cesar recuou errado para Aislan, e Lúcio Maranhão recebeu livre na área. Tranquilo, o centroavante do Galo deu um toquinho na saída de Martín Silva. CRB 1 a 0.




Logo depois, Luidy recuperou a bola em ataque do Vasco, mas saiu de forma errada, Leandrão ganhou na força de Bocão e Boaventura e bateu no cantinho do goleiro do CRB, empate da equipe Cruz-Maltina. 1 a 1.

O jogo foi se estendendo e ficando equilibrado. As equipes tentavam criar, o CRB tinha mais sorte na criação das jogadas, porém, errava muito mais na hora de finalizar. O Galo começou a partida com muito mais intensidade e fome de gol do que o Vasco. Marcou avançado e jogou muito em cima de Aislan.


Segundo tempo

Diego bem utilizado na partida junto de Olívio e Galdezani pelo meio, foram criando as jogadas mais perigosas do Galo na partida, uma pena que nenhuma delas resultou em gol. Já a equipe carioca trabalhava a bola com uma dificuldade, a marcação do CRB fechava o Vasco e apimentava a partida.

Aos 12' do segundo tempo em escanteio para a equipe do Vasco, Andrezinho enche a bola de efeito, tirando do goleiro Juliano e ela morre no gol do CRB. Uma verdadeira pintura o lance do meia do Vasco.  Pagou ingresso de quem esteve presente no estádio. Vasco 2 a 1.


Ao decorrer da segunda etapa, o Galo foi tentando se reerguer, mas não conseguia finalizar. A falta que o torcedor tem de Zé Carlos é imensa, quando algum jogador mostra dificuldades no domínio da bola ou finalização dentro da área, a primeira imagem que vem na cabeça do torcedor é de Zé Carlos sendo o artilheiro da Série B marcando várias e várias vezes no Estádio Rei Pelé, recebendo a bola na entrada da área, usando seu corpo e finalizando.


A atuação de Martín Silva foi espetacular. O Galo chegava várias vezes ao gol do Vasco em passes entre o meio da defesa Cruz-Maltina, quando os jogadores conseguiam a posse da bola para o chute, lá estava o goleiro vascaíno para executar a defesa.


Aos 43' Galdezani cai na área do Vasco, árbitro manda seguir e depois da marcação do assistente, é apontado o pênalti à favor do Regatas. Depois de alguns minutos, Diego bate mal, no canto esquerdo, e Martín Silva faz a defesa. O goleiro do Vasco em dia inspirado decretou a vitória vascaína sem merecimentos na tarde/noite deste sábado.


Próximo compromisso

O Regatas agora descansa e se prepara para mais um viagem na segunda-feira, direto para Joinville/SC, onde irá enfrentar o clube com mesmo nome da cidade, podendo ser a partida de estreia de Zé Carlos. O Joinville se encontra na 17ª posição com apenas 11 pontos e duas vitórias, nenhuma de suas vitórias foram conquistadas em seus domínios. Uma contra o Tupi, em Juíz de Fora por 2 a 1. E uma contra o Avaí, em Florianópolis por 1 a 0. O Tricolor catarinense tem cinco jogos em casa, quatro empates e uma derrota, estatísticas que podem talvez animar o Galo.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.