Header Ads

A batalha apenas começou

Todos cruzeirenses estavam nervosos e ao mesmo tempo ansiosos com a partida entre Cruzeiro e Botafogo, a Raposa até então não tinha conquistado sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro, ou seja, preocupante, em geral todos estavam pensando em como seria difícil conquistar o triunfo diante da equipe carioca.

Se fomos surpreendidos com um Cruzeiro totalmente diferente? Sem duvida, o time estava irreconhecível, principalmente no primeiro tempo que a Raposa foi superior em todos os 45’, durante toda fase inicial o Botafogo não chutou uma vez ao gol celeste, já o Cruzeiro é uma das equipes que mais finaliza no Brasileirão, ao todo são 72 finalizações.

Tudo indica que será um ano complicado, porém cada jogo é uma decisão, a batalha apenas começou Cruzeiro.

O próximo confronto será contra o São Paulo no domingo (05) ás 18h30min no Gigante da Pampulha, partida valida pela sexta rodada do Brasileirão.

Site Oficial Do Cruzeiro




Sobre o jogo:

O trabalho de Paulo Bento aos poucos vem mostrando seu resultado, apostando em seis alterações no time, o que fez toda diferença, principalmente com a entrada de Robinho, Bryan e Riascos, que deram dinâmica e agilidade nos contra-ataques.

Sem medo, o Maior de Minas foi em busca do resultado e pelos minutos iniciais podemos ver um time totalmente ofensivo, com passes de bola rápidos e por incrível que pareça certos, as falhas da Raposa eram quase inexistes, e nesse momento só cruzamos os dedos e torcemos pela zaga não falhar, por favor, só dessa vez.

O Time do Povo parecia ser está em casa, à torcida estava em peso em Brasília, que orgulho, os cruzeirenses lá presentes empurravam o time e já era de se esperar que as primeiras chances de abrir o placar seria da equipe celeste, só tenho uma coisa a declarar, um time que treina de verdade, faz toda diferença.

Com apenas 20’ de jogo, a Raposa estava com 63% de posse de bola e o time mandante com 37%, ou seja o Botafogo estava abaixo do que todos esperavam, já o principal problema do Cruzeiro é o entrosamento, e lembrando que até esse momento o Botafogo ainda não tinha dado um chute ao gol, enquanto o Cruzeiro chegava com facilidade pelo lado direito.

A estreia do placar veio acontecer aos 26’, Robinho fez ótima inversão da direita para Élber na esquerda, que avançou para dentro da área e chutou de esquerda para balançar as redes, quanto tempo nós não víamos isso, o Cruzeiro fazer o gol primeiro que o adversário, depois desse tento a Raposa teve bola na trave e vários gols desperdiçados só para não perder o velho hábito. Um primeiro tempo soberano, por assim dizer, e o questionamento do dia é: Há quanto tempo não víamos o Cruzeiro jogar nessa intensidade?

Já escutaram aquele ditado, que felicidade pobre dura pouco? Pois então, a felicidade de todos os cruzeirenses durou apenas 45’ para ser exato. A volta do intervalo do Cruzeiro foi bastante frustrante, apenas queríamos que a postura do primeiro tempo continuasse, acho que não era pedir muito.

Site Oficial Do Cruzeiro
O segundo tempo foi à vez do Botafogo criar, enquanto isso o Cruzeiro procurava se defender e aproveitava da falha dos cariocas, mas toda regra tem exceção e Cruzeiro você é um daqueles times que não sabe jogar na retranca, então, por favor, não inventa.

Fabio que estava sumido no jogo, como sempre estava lá nas horas certas e apesar do aperto do segundo tempo, o time mineiro soube administrar o resultado construído e ficou por isso mesmo, com esse placar magrinho que valeu três pontos, com cinco pontos, a equipe está na 13° colocação. Será que o ano cruzeirense começa agora? Um passo de cada vez, conquistamos a vitória, agora precisamos de reforços, apoio e uma diretoria que preste, para conseguirmos espantar de vez a má fase.

@ Paulinha_CEC

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.