Header Ads

Estados Unidos joga mal e perde para a Colômbia

Enfim chegou o dia de a bola rolar para a Copa América Centenário. No jogo da abertura, os Estados Unidos enfrentou a Colômbia, na cidade de Santa Clara, na Califórnia. Depois de 20 dias de treinamento, e três amistosos, os Yankees estavam prontos para enfrentar a Colômbia. Com três vitórias na preparação, sobre Porto Rico (2x0), Equador (1x0) e Bolívia (4x0), a seleção Norte-americana estava confiante para uma boa estreia.

Contando com o fator casa, e a torcida ao seu favor, o técnico Klinsmann apostou numa tática ofensiva. No 4-3-3, o comandante estadunidense queria pressionar a Colômbia no início do jogo. Mas a tática inicial foi por água a baixo, quando logo aos 8 minutos de jogo, a Colômbia abriu o placar com gol de Zapata, aproveitando cobrança de escanteio. James Rodríguez, o craque colombiano, converteu penal e ampliou a vantagem da Colômbia aos 40 minutos de jogo.

Dempsey foi o jogador que mais arriscou no jogo, mas sem sucesso. Foto (Twitter oficial US. Soccer)

ESTADOS UNIDOS: A estreia decepcionante

Foi uma péssima atuação da seleção Norte-americana, muito abaixo do que se esperava deles. Mesmo jogando em casa, o time foi completamente dominado no primeiro tempo, e quando chegava ao ataque, errava passes e chutava longe do gol. Já na etapa final, o time melhorou, acertou finalizações, mas não conseguiu nem diminuir o placar. A primeira chance real, só depois de quase uma hora de bola rolando, muito pouco para uma seleção que quer surpreender. A diferença técnica das duas equipes ficou evidente, quando a Colômbia conseguiu fazer um "bobinho" com os donos da casa, ficando dois minutos só tocando a bola ao som de Olé, e os Norte-americanos não conseguindo quebrar a brincadeira. Para o próximo jogo, diante da Costa Rica, na terça-feira, os Yankees tem que recuperar o futebol e mostrar que tem condições de passar de fase. O jogo mais difícil já foi, agora é manter o foco, e fazer valer a pena o mando de campo. Que, aliás, nem fez diferença contra a Colômbia, já que o estádio estava bem dividido em relação à torcida.

Formação inicial dos EUA contra a Colômbia. Foto (Twitter oficial US.Soccer)
COLÔMBIA: O domínio Cafetero

A seleção colombiana fez seu papel direitinho imposto pelo técnico José Pekerman, encontrou os espaços deixados pelo adversário e ousou na velocidade e finalização. Bacca teve duas chances de deixar o gol dele, sendo uma bola no travessão. Os tentos só saíram em bola parada, o que mostra a qualidade do time Cafetero. A partida em si foi tranquila, com total domínio da Seleção Colombiana, o time estava bem entrosado tanto defesa quanto ataque. O goleiro Ospina foi quem teve vida mais tranquila, já que não foi exigido no jogo com apenas duas finalizações adversárias. A única preocupação foi à saída do craque Jamez Rodríguez no segundo tempo quando o meio-campista lesionou o ombro. O jogador fará falta ao elenco se o caso vier a ser mais grave. De resto, o time só merece elogios pelo espetáculo demonstrado em campo.

Time Colombiano na estreia. Foto Oficial Copa América Centenário
Frederico Kuhnen || @Fred_Metro2002
Isabela Macedo || @ismacedo_
Linha de Fundo || @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.