Header Ads

Fé no pai que o porco cai

Aos poucos, o Maior de Minas vem reencontrando o seu caminho de vitórias, não resta dúvida que essa semana foi maravilhosa para a torcida do Cruzeiro, por onde começar? Cruzeiro goleou no último jogo, anunciou duas contratações e quando parecia que não poderia ficar melhor, a Raposa venceu o líder do Brasileirão com dois gols do Willian Bigode.

@Mineirão
Há quanto tempo, não víamos a Raposa jogar com tanta intensidade, raça e sangue dos olhos, é assim que o povo gosta. O Cruzeiro cumpriu o seu papel de mandante e foi superior praticamente o confronto todo e como de rotina perdeu mais gols do que seria permitido e assim o time estrelado conquistou sua primeira vitoria na Toca III.

Paulo Milagreiro Bento, parabéns ao técnico português que apostou em um time que não poderia dar literalmente nada em troca, para ter a oportunidade de criar um time ambicioso, não importa o que a imprensa mineira diz, o seu trabalho vem sendo reconhecido por nós, cruzeirenses.

Com esse resultado, a equipe azul e branca subiu para o 9° lugar, com 14 pontos e conta com o tropeço dos adversários para se manter nessa posição. Liguem os secadores.

O próximo compromisso do Cruzeiro é contra a Chapecoense fora de casa, o confronto acontecerá na quarta-feira (29) às 21h.

Sobre o jogo:

A partida entre Cruzeiro e Palmeiras começou eletrizante e já era de se esperar um jogo emocionante, com apenas 2’ de jogo, a Raposa já assustou o time paulista e por pouco não abriu o placar.

As jogadas da Raposa se resumiam com Alisson e Arrascaeta que eram os responsáveis por criar e administrar o jogo, agora, imaginem um Cruzeiro com Rafael Sóbis, Ábila, Arrascaeta e Alisson, sim, mal posso esperar para ver.

A primeira vez que o Palmeiras tentou uma finalização, Gabriel Jesus, sem perdão abriu o placar no Gigante da Pampulha. Obrigada ao zagueiro Bruno Rodrigo por falhar mais uma vez.

Por sorte a reação da equipe estrelada veio mais rápido do que o esperado, enquanto os torcedores palmeirenses ainda comemoravam o gol feito por Jesus, Willian empatou o duelo, a jogada se iniciou com Bryan que cruzou para Arrascaeta passar para o Bigode marcar.

@Cruzeiro
O empate não satisfazia o grupo mandante, que não se intimidou com a proposta de jogo do Palmeiras e a todo vapor o Time do Povo, teve várias chances desperdiçadas de ir com ampla vantagem para o intervalo, o coletivo da Raposa está impressionante, os erros que aconteceram na partida foram falhas individuais. Quase no fim da etapa inicial, as equipes diminuíram o ritmo de jogo e apenas controlavam o resultado.

O objetivo para segundo tempo era a virada celeste, o Cruzeiro merecia ganhar pela postura dentro de campo e uma vitória aumentaria a confiança dos jogadores, então esse foi o foco cruzeirense para a etapa complementar.

Sem frescura, o Cruzeiro virou a partida aos 2’ e adivinha quem foi o herói do confronto? Se sua resposta foi Willian Bigode, você acertou, "respeita o moço", ele mesmo se encarregou de fazer o segundo gol celeste, para fazer de vez as pazes com a nação azul.

Tinha de tudo para ser outra goleada mineira, mas seria uma pena se a Raposa tivesse um velho hábito de perder “milhões” de gols em uma só partida.

Alguém viu o Palmeiras? A equipe paulista não conseguiu criar muito no duelo e era óbvio que o time visitante parou na marcação estrelada, fico pensando como está a cabeça de Gabriel Jesus, que mesmo com o nome de “Jesus” não fez nenhum milagre.

E para a infelicidade de muitos, a sorte estava lado a lado com o Cruzeiro que conseguiu sua segunda vitória consecutiva no Brasileirão.

Paula Fernandes - @Paulinha_CEC

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.