Header Ads

Frustração dupla: Tigre e Leão apenas empatam em Santa Catarina

O Bragantino entrou em campo na noite desta sexta buscando sair da zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B. O resultado foi um empate por 1 a 1 contra o Criciúma, no Estádio Heriberto Hülse, o que ainda não tira o Braga do Z4.

(Foto: Globo Esporte)
O Braga entrou em campo com o tradicional 4-4-2, com Gabriel Dias e Daniel Pereira de volantes e Watson e Edson Sitta de armadores; no ataque Erick e Claudinho.

PRIMEIRO TEMPO - O Criciúma é conhecido por sempre vencer em casa, e quase surpreendeu o Massa Bruta no primeiro tempo.
Logo aos 9 minutos, Elvis recebe dentro da área e desviou para o centro do gol, na sobra, quase que Hélio Paraíba abre o placar para o Criciúma, que buscava o gol logo no início.

Aos 16, Elvis cruza para dentro da pequena área e Gustavo, de cabeça, acerta o travessão; o Tigre pressionava, como já era de se esperar. O Bragantino apenas se defendia, pois ainda não havia encontrado espaços para atacar.

A melhor chance do Braga foi aos 22, Edson Sitta chutou na entrada da área, acertando a zaga, no rebote, Claudinho perdeu a chance do gol,chutando em cima do zagueiro Raphael Silva.

O Criciúma pressionava e no último minuto da primeira etapa, Gustavo recebeu dentro da área, mas cabeceia para fora.

O Bragantino foi dominado durante o primeiro tempo e praticamente não levou perigo ao gol de Luiz. A primeira etapa terminou com o placar zerado, mas que não diz muito sobre o jogo, que foi basicamente ataque contra defesa.

INTERVALO - O técnico Toninho Cecílio não fez alterações na equipe durante o intervalo, os mesmos do Braga voltaram para a segunda etapa.

SEGUNDO TEMPO - A primeira grande chance do segundo tempo foi do Bragantino; aos 7 minutos, Watson chutou forte da entrada da área, para defesa de Luiz. Parecia que o Bragantino ensaiaria uma pressão, mas a limitação técnica dificultou demais.

Aos 27 minutos começaram as primeiras alterações: saiu Watson (meia)  para entrar Alemão (lateral direito) e saiu Erick (atacante) para entrar Tartá (meia). As substituições pareciam ter surtido efeito, já que na sequência, o Braga chegou ataque com Edson Sitta, que aciona Alemão dentro da área, porém o chute foi para fora.

Aos 37 minutos, a ousadia colocou o Bragantino na frente, quando Daniel Pereira resolveu arriscar de fora da área, a bola desviou e entrou para o fundo do gol.

A vantagem no placar do Bragantino durou apenas alguns segundos, pois o Tigre respondeu com gol de Jheimy de cabeça em cruzamento de Niltinho.

O jogo teve cenas lamentáveis, com direito a expulsão de Edson Sitta (Bragantino) e Nathan (Criciúma) depois de se estranharem após disputa de bola.

A última boa chance do jogo foi de Bruno Pacheco, que cruzou para dentro da área e Luiz tirou, salvando o Criciúma.

Ainda deu tempo de Éder Lima ser expulso por atingir Gabriel Leite, mas o jogo acabou terminando empatado em 1 a 1.

CONCLUSÃO - O Bragantino melhorou seu setor de criação e demonstrou bom futebol, chegando a dominar a partida por um instante, porém, acabou levando um gol no final e perdeu a chance de sair do Z4. Com a demissão do técnico Toninho Cecílio (nesse final de semana), não se sabe quem vai dirigir o Bragantino contra o Ceará nessa terça-feira.O provável substituto é Marcelo Veiga, que se encontra treinando o Remo na Série C e já foi treinador do Massa Bruta.

Assista aos melhores momentos da partida


Mateus Segur || @SegurMateus
Linha de Fundo || @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.