Header Ads

Hungria vence a Áustria após 44 anos fora da Eurocopa

(Foto: Dean Mouhtaropoulos/Getty Images)
Em jogo sem grandes emoções, a Áustria acabou levando a pior e perdeu para a Hungria, que aproveitou suas chances e abriu 2 a 0 no placar. Os austríacos mandaram uma bola na trave logo aos 30 segundos do primeiro tempo com Alaba, mas foram os húngaros que abriram o placar e, aos 17 minutos da segunda etapa, marcaram com Dzsudzsak. Já no fim, Stieber ficou cara a cara com o goleiro e deixou o seu.

A partida também marcou um recorde na Eurocopa. Com 40 anos e 74 dias, o húngaro Király virou o jogador mais velho a atuar na competição. O goleiro das calças de moletom passou o alemão Lothar Matthaus.

Hungria: Reestreia, goleiro de 40 anos, vitória triunfal na estreia da Eurocopa

Sem muitas chances de gol, a seleção húngara tava longe de vencer a partida, a Áustria atacava, chegando a colocar a bola na trave do goleiro Király.

Tudo que esta ruim tende a piorar, mas isso não se dispôs a favor da Hungria, com uma virada sensacional na maneira de jogar, os húngaros chegaram ao primeiro gol com Szalai após o atacante tabelar com Dzsudzsak e sair na cara do gol, festa húngara em Bordeaux.

O segundo gol saiu dos pés de Zoltán Stieber, meia do Nuremberg da Alemanha. Após um belo contra ataque, Zoltán saiu de cara com o goleiro, colocando por cima, marcando um belo gol.

Na reestreia depois de anos fora da Eurocopa, à Hungria triunfou sobre a Áustria garantindo a liderança no início da competição do Grupo F. Algumas falhas precisam ser vistas pelo técnico Storck, a equipe húngara está bem montada, mas alguns erros na defesa deram espaço para ataques e subidas de ambos laterais da Áustria, Alaba se movimentou muito no meio de campo.

A Hungria agora pegará a Islândia, que terá um tabu a ser quebrado, pois, nos últimos quatro jogos entre as equipes, os húngaros levaram a melhor em todas. O jogo será próximo sábado às 13hrs no Estádio Vélodrome em Marseille.

(Foto: Dean Mouhtaropoulos/Getty Images)
Áustria: Favorita no duelo, seleção austríaca não conseguiu acertar

É indiscutível que a Áustria foi melhor durante toda partida. Entretanto, jogar bem não necessariamente reflete em gols e foi justamente isso que aconteceu. Além de não conseguir tirar o zero do marcador, os austríacos acabaram tendo dois vacilos fatais no segundo tempo, que culminaram na vantagem húngara no placar.

O primeiro gol adversário fez justamente o efeito que a Áustria não precisava: após ficar atrás, o time se desestabilizou e começou a errar mais, tendo Dragovic expulso pelo segundo amarelo apenas três minutos depois de levar o gol. Sem oferecer mais resistência, a equipe ainda levou o segundo dos pés de Stieber, que recebeu sozinho no contra-ataque e fez de cobertura.

A grande questão austríaca e que decidiu o jogo foi a falta de acertos nas finalizações. Apesar das falhas defensivas, a Áustria dominou o ataque durante a primeira etapa inteira e só não saiu na frente pelos erros. Se logo na primeira tentativa de Alaba a bola tivesse entrado, talvez a equipe não precisasse enfrentar problemas depois. É uma questão importante e que precisará de atenção durante os próximos treinamentos.

Para o próximo confronto, que será logo contra a forte seleção de Portugal, no Parc Des Princes às 16h, a equipe precisa de mais atenção se quiser evitar problemas principalmente com Cristiano Ronaldo. Os portugueses tropeçaram nesta rodada e não chegam para fazer jogo fácil. Cabe aos comandados de Marcel Koller saberem organizar as falhas e acertar as finalizações.

Por Mariana Sá (@imastargirl) e Sérgio Júnior (@fantastico_scr)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.