Header Ads

O novo caldeirão sem torcida

Na sexta o Náutico recebeu o Joinville e dominou o jogo, o time adversário pouco produziu e caiu na arma alvirrubra: Rony. O jovem atacante tem sido a arma letal para os adversários, rápido e habilidoso vem deitando e rolando pelas beiradas do campo e dando assistências. A outra arma é a Arena mesmo com o BAIXISSIMO público dos torcedores alvirrubros, no Brasileirão Série B 2015 com apenas uma derrota tende a ser a mesma coisa no Brasileiro 2016, já são três jogos, três vitórias, 100% e 10 gols em casa. Os gols na sexta foram marcados por Renan Oliveira e Tiago Adan, duas assistências do Rony.

O primeiro tempo o Náutico apertava a saída do Joinville que forçava o chute e não tinha transição da zaga para o ataque. O Náutico também sofreu com a transição, mas o meia Renan Oliveira da uma consistência e quando a bola caia no pé dele as jogadas saiam. O Timbu teve total domínio no primeiro tempo e mesmo com dificuldade Gaston no chutão achou Rony sozinho que avançou, cruzou, Bergson não achou e sobrou para Renan Oliveira no carrinho fazer o primeiro GOOOL da noite. É incrível como o Rony consegue se sobrepor na zaga adversária, na maioria das principais jogadas do Náutico o atacante estava lá incomodando.

A máquina alvirrubra dentro de casa
No segundo tempo foi um pouco diferente, o Joinville viu que com o falso 9 poderia criar jogadas como o Náutico vinha fazendo e até conseguiu melhorar ser rendimento, contudo não foi nada suficiente e ainda ficou refém do Náutico. O Timbu esperto tentou abrir vantagem no placar e a falta de pontaria ainda assombra o elenco alvirrubro, um fundamento básico e quase todos os jogadores tem dificuldades, as jogadas saem com frequência e o gol é difícil pela quantidade de chances perdidas. O querido Náutico teve falta de sorte pra sair com uma goleada, o zaga e o goleiro do time de Santa Catarina estava tirando como podia, mas no fim do jogo não conseguiu evitar o atacante Rony que foi até a linha de fundo e tocou para o meio, Tiago Adan se esticou e chegou na frente do zagueiro e do goleiro fazendo o segundo GOOL da noite e decretando a vitória alvirrubra.

Agora o Náutico vai até Belém-PA enfrentar o Papão da Curuzu e tentar a primeira vitória fora de casa. Um jogo que será emocionante, o Paysandu começou mal o campeonato e precisa da vitória, já o Náutico vai em busca da vitória pra entrar no G4, o Timbu ta em 5º colocado com 10 pontos só um ponto atrás do Bahia e Brasil de Pelotas (ambos com 11 pontos). O jogo será na terça-feira às 19h15 no Mangueirão. Assista aos melhores do momento do jogo: http://glo.bo/1XXGCSs

Rony, o jovem atacante é o destaque do Timbu no início do campeonato. Foto: Aldo Carneiro
Escalação:

Náutico: Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Eduardo (Léo Pereira), Mateus Muller; Maylson, Gaston Filgueira, Renan Oliveira (Eurico); Rony, Taiberson (Tiago Adan), Bergson. Técnico: Alexandre Gallo.

Joinville: Oliveira; Robertinho (Adriano), Bruno Aguiar, Victor Oliveira (Cléo Silva) e Júnior; Naldo, Paulinho Dias e Pereira; Everton Silva, Murilo e Fernando Viana (Kadu). Técnico: Hemerson Maia

Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento.
Assistentes: Esdras Mariano de Lima Albuquerque e Rondinelle dos Santos Tavares.

“Sou alvirrubro de um sentimento que me faz amar”

Marcus Lamenha // @LamenhaMarcus

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.