Header Ads

O que se passa contigo, Coelho?

Na última sexta-feira (03), o Joinville foi até a Arena Pernambuco para enfrentar um Náutico que vem brigando pelas primeiras colocações da tabela de classificação da Série B do Campeonato Brasileiro. O Náutico ocupa a 5ª colocação com 10 pontos, um a menos que Bahia e Brasil de Pelotas que ocupam o 3º e 4º lugar, respectivamente. Com 100% de aproveitamento em casa, o Timbu tinha grandes chances de manter a marca, já que jogava com o JEC, que não vem convencendo.

Com velocidade, agressividade, marcação alta e bons lançamentos, o Náutico ia deixando o Joinville cada vez mais acuado no seu campo defensivo. Aos 22' do 1º tempo, Roni recebeu um belo lançamento na esquerda, cruzou de primeira e Renan Oliveira, um velho conhecido da torcida catarinense, completou e abriu o placar para a equipe pernambucana. Náutico 1x0 Joinville. Aos 44', ainda do 1º tempo, o Joinville teria um pênalti, que não foi marcado pelo árbitro Francisco Carlos do Nascimento (AL) em lance muito duvidoso de mão na bola.

Renan Oliveira comemorando o gol que abriu o placar. Foto: globoesporte.com
Na etapa complementar, Hemerson Maria tentou fazer algo para mudar o cenário negativo que se desenhava novamente diante de seus próprios olhos e lançou Kadu na partida para o lugar de Fernando Viana, na tentativa de equilibrar mais o jogo no meio-campo, que havia sido dominado pelo Náutico na etapa inicial. O JEC tentava, não conseguia ter muito sucesso, enquanto o Náutico chegava com velocidade e trazendo perigo à meta tricolor. Hemerson Maria, perdido por falta de boas opções e com muitas carências no elenco, tirou Victor Oliveira, que havia falhado no gol, para a entrada de Cléo Silva no ataque. O que já começava a soar como um desespero do comandante que não tinha muito que fazer, a não ser arriscar pra evitar a derrota.

Robertinho, que fazia a sua estreia, não fez uma boa partida. Uma atuação muito apagada custou sua substituição para a entrada de Adriano, atacante da base do JEC. O tricolor, que já tinha sofrido um gol com uma jogada iniciada nos pés de Roni, se desligou e o jogador descolou um novo cruzamento, com força e perfeição para o complemento de Tiago Adan. O atacante só precisou tocar para as redes do goleiro Oliveira, que pouco podia fazer naquela situação. Náutico 2x0 Joinville.

Tiago Adan comemorando o seu primeiro gol com a camisa do Timbu e o segundo da equipe pernambucana na partida. Foto: globoesporte.com
O tricolor do Norte-catarinense fez um péssimo jogo, merecendo a derrota para o Timbu, que soube ser um bom mandante e não teve muitas dificuldades para vencer o jogo. O JEC foi muito mal na partida, ao ponto de Cléo Silva - sim, Cléo Silva - ser um dos menos piores em campo pelo clube catarinense e com isso, me vem o questionamento feito no título: o que se passa contigo, Coelho!?

Confira a ficha técnica da partida:

Estádio: Arena Pernambuco, cidade de São Lourenço da Mata (PE).
Dia e hora da partida: Sexta-feira, 03 de junho de 2016, 21h30min no horário de Brasília, 6ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B 2016.
Arbitragem: Francisco Carlos do Nascimento (AL), Rondinelle dos Santos Tavares (AL) e Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL).
Placar: Náutico 2x0 Joinville || Gols: Renan Oliveira (22' - 1ºT) e Tiago Adan (42' - 2ºT).
Cartões: Mateus Muller, Gastón Filgueira, Bergson e Roni || Robertinho, Victor Oliveira e Cléo Silva.

Náutico: Júlio César, Joazi, Eduardo (Léo Pereira), Rafael Pereira, Mateus Muller, Gastón Filgueira, Bergson, Renan Oliveira (Eurico), Maylson, Taiberson (Tiago Adan) e Roni; T: Alexandre Gallo.

Joinville: Oliveira, Robertinho (Adriano), Bruno Aguiar, Victor Oliveira (Cléo Silva), Júnior, Paulinho Dias, Naldo, Pereira, Everton Silva, Fernando Viana (Kadu) e Murilo; T: Hemerson Maria.

LEO FERNANDES || @leo_fernandes_9 
LINHA DE FUNDO || @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.