Header Ads

Presa fácil, lanterna Botafogo é goleado

Em partida válida pela sexta rodada do Brasileiro, Santos e Botafogo enfrentaram-se na manhã deste domingo (5), no Pacaembu, em busca de reabilitação. O Peixe aproveitou e tratou de golear o Glorioso, que com a derrota, agora é o lanterna da competição. Ao Botafogo, resta tentar esquecer a derrota (mais uma) visando o jogo do próximo domingo (12), também às 11h, diante do Vitória. 

Botafogo mais uma vez não jogou bem (Foto: Ivan Storti/ Lancepress!)
O JOGO

O Santos teve amplo domínio no jogo. O Botafogo era presa fácil, se defendia como podia. No primeiro minuto da partida, Renato roubou a bola no meio do campo e tocou para Vitor Bueno, que arriscou. A bola passou à esquerda do gol de Helton Leite. Mas o Santos logo fez o gol. Aos 10 minutos, Vitor Bueno foi lançado na entrada da área, deu um bonito chapéu em Helton Leite e abriu o placar. A primeira boa chance do Botafogo aconteceu somente aos 18 minutos. Ribamar foi lançado na área e tentou passar por Vanderlei, que deu um tapa na bola e afastou o perigo. Aos 34', o Peixe ampliou. Paulinho recebeu na área, se livrou do marcador e chutou rasteiro na direção do gol. Helton Leite chegou a tocar na bola, que era defensável. Santos 2 a 0. Aos 40', trapalhada do Botafogo. Diego subiu pela direita e achou Anderson Aquino na área, que escorou de cabeça para Gegê. O meia arriscou com chute torto, mas Ribamar, no meio do caminho, atrapalhou. A bola bateu no atacante. Aos 46', o primeiro tempo chegou ao fim.

O Glorioso voltou para o segundo tempo com duas alterações: Neilton e Gervasio Nuñez substituíram Anderson Aquino e Gegê, respectivamente. Errando muitos passes, o Botafogo tornava a vida do Santos cada vez mais fácil. Aos 5 minutos, o Peixe quase fez o terceiro. Vitor Bueno cobrou falta perigosa e Helton Leite espalmou. Aos 10', o Botafogo teve a chance de diminuir o placar. David Braz derrubou Neilton na área. A arbitragem marcou pênalti. Aos 13', o próprio Neilton cobrou. Ele mirou o canto direito e mandou a bola para fora. No minuto seguinte, o atacante teve a chance de se redimir. A bola sobrou para ele na entrada da área, mas o chute de primeira foi para fora. O Peixe, que não tinha absolutamente nada a ver com isso, achou o terceiro gol. Aos 24 minutos, após cobrança de escanteio, a bola bateu no meia Bruno Silva e entrou no gol. Gol contra. Aos 29', no desespero, Ricardo Gomes mexeu pela última vez no Botafogo ao substituir Ribamar por Sassá. A alteração de nada adiantou. O Santos viu o tempo passar e, confortável na partida, apenas administrou a goleada. Aos 47', fim de jogo. Vitória merecida do Peixe. Derrota previsível do Botafogo.

OBSERVAÇÕES

Terceira derrota seguida do Botafogo no Brasileiro. 18 pontos disputados, quatro conquistados. Seis jogos, quatro derrotas. Apenas três gols marcados. Números assustadores. Péssimo início do Glorioso no campeonato. A lanterna é consequência.

Acho que a culpa maior desse momento ruim não é do Ricardo Gomes. O treinador perdeu vários jogadores titulares. Isso atrapalha sem a menor dúvida. Sem os atletas lesionados e sem poder contar ainda com os reforços, o técnico tem um elenco horroroso em mãos. Ainda acredito que o time, com o elenco inteiro à disposição e já podendo atuar na Arena Botafogo, tem condição de fazer um Campeonato Brasileiro digno, sem sustos.

Helton Leite teve a árdua missão de substituir o Jefferson, melhor goleiro do Brasil. Em alguns jogos, apesar de inseguro, ele até ajudou ao fazer defesas importantes. No entanto, ele é atabalhoado e parece nervoso. O Botafogo tem levado alguns gols bobos, que poderiam ser evitados. Sidão, que foi contratado após boa campanha do Audax no Paulistão, merece chance no gol alvinegro. #oremos

O Departamento Médico do Botafogo deve muitas explicações aos torcedores. O que vem acontecendo não é normal. Muitos titulares estão machucados. Em apenas seis rodadas, o Glorioso é o clube que mais sofre com lesão.

Ok, ainda tem muita bola para rolar no Brasileiro, mas o Botafogo precisa voltar a vencer. Vasco ano passado reagiu tarde demais. É uma derrota atrás da outra. Time que não ganha vê os adversários se desgarrarem. Isso não pode acontecer.

O presidente se manifestou nas redes sociais após a derrota. 

Reprodução: Twitter
FICHA DO JOGO

Santos 3
Vanderlei, Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz, Zeca; Thiago Maia, Renato, Vitor Bueno (Valencia), Léo Cittadini (Serginho); Paulinho, Joel (Diogo Vitor). Técnico: Dorival Júnior.

Botafogo 0
Helton Leite, Diego, Emerson Silva, Emerson Santos, Victor Luis; Dudu Cearense, Bruno Silva, Leandrinho, Gegê (Gervasio Nuñez); Ribamar (Sassá), Anderson Aquino (Neilton). Técnico: Ricardo Gomes.

Estádio: Pacaembu (SP).
Árbitro: Sandro Meira Ricci (SC).
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Fabiano da Silva Ramires (ES).
Gols: Vitor Bueno (10 do 1º T), Paulinho (34' do 1º T), Bruno Silva (24' do 2º T).
Cartões amarelos: Thiago Maia (Santos); Leandrinho (Botafogo).
Público: 17.033.
Renda: R$ 419.950,00.

Por: Gabriel De Luca (@biel_dluca). 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.