Header Ads

Uma noite trágica


Talvez não exista outro título para descrever a noite de 26 de Junho de 2016, quando a Chapecoense viajou para enfrentar o desesperado Sport, na Ilha do Retiro. 

Foto: Cleberson Silva
Já sem Guto Ferreira que na sexta-feira (24), anunciou sua saída ao aceitar a proposta apresentada pelo Bahia. A direção não perdeu tempo, e já acertou a contratação de Caio Jr, para seguir o projeto da equipe no decorrer do Campeonato Brasileiro.

Com a crise da empatite dentro da Arena Condá, a partida deste domingo era a chance de manter a boa campanha fora de casa e ainda buscar se aproximar do G4. No comando da equipe, Emerson Cris técnico da equipe sub-20, auxiliado pelo diretor de futebol Cadu Gaúcho.

Em relação ao time titular que iniciou o duelo nebuloso da última quarta e quinta-feira contra o Atlético Paranaense, duas alterações realizadas, Sergio Manoel suspenso pelo terceiro amarelo deu lugar a Cláudio Winck, a outra mudança foi por opções técnicas, Arthur Maia deu lugar a Rafael Bastos.

Com a bola rolando, a pressão da apaixonada torcida rubro-negra fez a Chapecoense apostar pela marcação e saída em velocidade nos contra-ataques. Não demorou muito para essa pressão surtir efeito, o Costa-Riquenho Rodney Wallace recebeu de Diego Souza e cruzou, a bola pegou efeito incrível, enganando Danilo, acertando a trave e morrendo no fundo das redes.

O gol fez o Verdão acordar, as melhores jogadas saíam em velocidade dos pés de Silvinho. Na melhor oportunidade, o atacante recebeu na área, dominou e saiu na cara do gol, após ser puxado pelo calção por Samuel Xavier foi derrubado, o árbitro parou a jogada marcando simulação e advertindo com amarelo o jogador Chapecoense.

Atrás do placar, o Verdão voltou para o segundo tempo com uma alteração, Lucas Gomes deu lugar a Ananias. A alteração surtiu efeito logo nos primeiros minutos, quando Ananias recebeu lindo passe do zagueiro Marcelo, ficando livre com Magrão, aproveitando a saída do goleiro, com um toque jogou a bola nos fundo das redes, empatando o placar.

Parecia ser um novo jogo, apenas parecia, a comemoração durou pouco tempo, Richely de cabeça recolocou o Sport em frente ao placar novamente com 8 minutos. O gol sofrido foi um banho de água fria, mas o pior estava por vir. Aos 11', Rodney Wallace chutou cruzado, Danilo espalmou e a bola bateu no zagueiro Thiego, ampliando o placar em 3x1.

Com a vitória já garantida, o Leão não parou por ali, Diegou Souza livre na área acertou um lindo voleio, marcando um golaço, o quarto dos rubro negros. Restou tempo ainda para Ronaldo deixar sua marca e fechar o placar em 5x1 para os donos da casa.

A Chapecoense até tentou, mas nada conseguiu fazer para mudar o placar trágico desta noite. Com a humilhação, o Verdão se mantém com 15 pontos, caindo para a 11° colocação, ficando há três pontos da zona de rebaixamento.

Não há explicações para descrever a humilhação sofrida nesta partida, podemos ver em campo uma equipe totalmente perdida, sem a mesma pegada na marcação dos duelos anteriores. Nos resta rezar, e muito para a volta de Dener na lateral esquerda, Cláudio Winck novamente com uma apresentação pífia, deixou uma avenida no lado esquerdo para o ataque rubro negro.

Nesta segunda-feira (27), Caio Jr será apresentado para a imprensa e aos torcedores como novo técnico do Verdão, assumindo a vaga deixada por Guto Ferreira já nesta quarta-feira (29), quando a Chapecoense recebe na Arena Condá a equipe do Cruzeiro, às 21h.

Talvez esteja na hora de uma mudança não somente no banco de reservas, hoje na equipe considerada titular, existam jogadores que passou da hora de receber um chá de banco, Danilo após renovar contrato, parece ter voltado a se acomodar na posição, falhas constantes como no primeiro gol do Sport, deixam cada vez mais em aberto a chance a Marcelo Boeck.

Na partida diante dos mineiros, não existe outro resultado que não seja a vitória, o torcedor está cansado de comparecer e ver empates como foram nos últimos duelos em casa, a obrigação de vencer é também em virtude de se aproximar cada vez mais da zona de rebaixamento. É bom ficar ligado, a competição está apenas começando, mas já desperdiçamos pontos importantíssimos, que poderão fazer falta no futuro.

Marcelo Weber || @acfmarcelo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.