Header Ads

Vitória do talento: Belgium Golden Boys bate briosa seleção sueca e avança as oitavas

Comemoração de Naingollan no gol da vitória dos belgas. Fonte: esporte.uol.com.br
Com uma partida eletrizante, a Bélgica bateu a Suécia no Allianz Riviera, em Nice por 1X0, com um chutaço de Radja Naingollan e classificou os diabos vermelhos para as oitavas de finais num chaveamento mais facilitado por conta da ausência das grandes seleções.

O primeiro tempo foi marcado por uma partida bem disputada e com chances para ambos os lados. O jogo começou com uma primeira chance num chute de Axel Witsel que chutou de fora da área, mas mandou por cima do gol. Logo em seguida, a melhor chance do jogo foi criada pelos suecos numa cobrança de falta que sobrou para Marcus Berg, mas o goleiro Thibaut Courtois operou um pequeno milagre, fazendo uma linda defesa no meio do gol. Romelu Lukaku teve uma chance criada num passe de Kevin De Bruyne, e bateu forte e cruzado, levando muito perigo para o gol de Andreas Isaksson. Pouco em seguida, foi à vez de Zlatan Ibrahimovic, numa tabela com Marcus Berg, finalizar com enorme perigo, à direita do gol de Thibaut Courtois.

Romelu Lukaku teve atuação destacada pela sua movimentação e empenho no jogo. Fonte: esporte.uol.com.br
A partir daí, o time belga começou há controlar um pouco mais a posse de bola, durante o restante da primeira etapa e o futebol de Kevin De Bruyne começou a aparecer mais, incomodando principalmente o setor direito de defesa da Suécia, para cima do lateral direito Victor Linderlöf. Duas delas, o meia arriscou cruzamentos rasteiros fortes que passou cruzando a área e quase encontrando o centroavante Romelu Lukaku. Os suecos por sua vez criavam poucas chances e a zaga formada por Tobias Alderweireld e Thomas Vermaelen pouco davam chances para os homens de ataque chegar com maior tranquilidade ao gol de Thibaut Courtois.

No fim do primeiro, Kevin De Bruyne ainda proporcionou algumas boas chances, como uma finalização de fora da área para uma boa defesa do goleiro Andreas Isaksson e numa cobrança de escanteio ensaiada com o meia Eden Hazard, onde o camisa 7 cruzou com extremo perigo e quase que o lateral direito. Thomas Meunier conseguiu acertar o gol do goleiro Andreas Isaksson que deu uma leve casquinha para a linha de fundo, mas o árbitro alemão marcou tiro de meta.

No segundo tempo, o time da Suécia voltou mais ligado na partida, até mesmo pela necessidade de fazer um gol para conseguir a classificação e começou a criar algumas chances para finalização. Zlatan Ibrahimovic começou a flutuar mais na partida e passou a criar as melhores chances de gol para a sua seleção. Marcus Berg e Albin Ekdal foram autores das duas finalizações nos primeiros dez minutos para duas boas defesas seguras de Thibaut Courtois. O time belga começou a querer tentar dominar o jogo na posse de bola após estes primeiros minutos do segundo tempo, mas não conseguia finalizar suas jogas. A melhor de todas foi com Yannick Carrasco, que bateu cruzado pelo lado direito de ataque, mas o zagueiro Erik Johansson afastou antes que a bola chegasse a Romelu Lukaku.

 Kevin de Bruyne teve boa atuação na partida. Fonte: esporte.uol.com.br
Aos 20 minutos, Kevin De Bruyne, numa jogada de contragolpe, avançou pela meia esquerda com liberdade, ajeitou e bateu forte e rasteiro, para uma ótima defesa do goleiro Andreas Isaksson que caiu bem no seu canto direito e mandou para escanteio. A partir daí, após os 25 minutos da etapa final, o jogo deu uma crescida em chances de gol. A primeira delas foi numa belíssima enfiada de bola de Kevin De Bruyne para Romelu Lukaku, que ganhou na velocidade do zagueiro Erik Johansson e tentou bater cruzado de canhota, mas o goleiro Andreas Isaksson realizou uma belíssima defesa de forma super arrojada. No minuto seguinte, Romelu Lukaku recebeu um belíssimo passe de Axel Witsel e saiu cara a cara com o goleiro Andreas Isaksson e tocou no canto esquerdo, mas o bandeira marcou impedimento na origem da jogada.

Aos 30 minutos, Zlatan Ibrahimovic voltou a ameaçar numa cobrança de falta de média distância. A bola passou por fora da barreira e obrigou ao goleiro Thibaut Courtois a fazer ótima defesa no canto esquerdo, espalmando para o lado. Os belgas voltaram a responder aos 33 minutos com Romelu Lukaku, que recebeu de Eden Hazard, girou pra cima de Erik Johansson e bateu forte, de direita, por cima do gol. No minuto seguinte, foi a vez de Dries Mertens que fez uma jogada espetacular, driblando quatro marcadores e finalizou com violência no canto direito para uma defesa espetacular de Andreas Isaksson.

Aos 37 minutos, numa batida de escanteio de Kim Kallström, Albin Ekdal acertou uma bela cabeçada no canto direito de Thibaut Courtois, mas o lateral Thomas Meunier tirou em cima da linha o grito de gol dos suecos. Em seguida, aos 39 minutos, num contragolpe fulminante, Eden Hazard caiu pelo lado esquerdo, fez bela jogada e mandou cruzado para o lado direito, para a chegada de Radja Naingollan, que acertou um belo chute e contou com o desvio de Erkan Zengin para vencer o goleiro Andreas Isaksson, no canto direito a meia altura, para euforia dos torcedores presentes em Nice.

No lance seguinte, a Suécia criou outra oportunidade de gol com Zlatan Ibrahimovic, que pegou bonito de virada no canto esquerdo de Thibaut Courtois, a bola passou a esquerda do gol levando muito perigo ao goleiro belga. Aos 43 minutos, Kevin de Bruyne recebeu de Driens Mertens na entrada da área (após o mesmo ter errado no domínio de bola em contragolpe), ajeitou, mas bateu mal a direita do gol. Aos 45 minutos, a última chance da partida foi criada num outro contragolpe organizado por Eden Hazard, que rolou para Christian Benteke ajeitar e finalizar, mas o goleiro Andreas Isaksson praticou outra grande defesa, salvando os suecos de levarem uma sonora goleada no Allianz Riviera.

Com o resultado, a Bélgica confirmou a segunda colocação e o crescimento técnico do seu futebol. Na próxima fase, a equipe jogará contra uma das sensações da UEFA EURO 2016, a seleção da Hungria em Toulouse. A parida será jogada no domingo, às 16h00min no estádio XXX.

Bélgica sacramenta o fracasso sueco

Zlatan Ibrahimovic joga bem mas não impede sua despedida precoce da seleção sueca. Fonte: esportes.yahoo.com.br
No provável ultimo jogo de Ibrahimovic pela seleção sueca, os Blagults foram derrotados pela "ótima geração belga".

Em um primeiro tempo fraco, o meio campo sueco mal se movimentava e apenas se via alguns toques curtos e trabalhos defensivos, o time de Erik Hanrem precisava de gols, mas parecia que os gols não precisavam de Erik e os 11 suecos.

Na segunda etapa, os suecos voltaram mais ligados, nada mal para um time dependente do astro Zlatan Ibrahimovic, inclusive o célebre atacante estava mais presente na área, coisa que não estava acontecendo nas partidas anteriores. Foram tempos de pressão sueca e alguns momentos em que a Bélgica se equiparava e tentava algo mais agressivo e surpreendente. Infelizmente para a Suécia, não adiantou nada e aos 40 minutos, no finalzinho, Nainggolan marcou e a Ibra deu adeus a competições oficiais pelo seu país.

Andreas Isaksson tem belíssima atuação e evitou uma goleada com grandes defesas. Fonte: esportes.uol.com.br
Não tinha como ser pior para um adeus, os suecos foram humilhados na primeira fase, claro que o grupo não era de grandes "babas", mas tinha como pelo menos somar três pontos contra os irlandeses e ao menos quem sabe empatar os outros dois jogos, não sei se é boa vontade demais minha de esperar isso ou se era realmente possível. O que parece é que realmente a minha boa vontade era grande demais, sabe-se lá.

Eurocopa, a gente se encontra em 2020.

SUÉCIA
C
G
S

BÉLGICA
C
G
S


1
GK
Andreas Isaksson
8,0
1
GK
Thibaut Courtois
7,0

14
DF
Victor Lindelöf
4,5
16
DF
Thomas Meunier
6,0


3
DF
Erik Johansson
4,5

2
DF
Toby Alderweireld
6,0

4
DF
Andreas Granqvist
5,0
3
DF
Thomas Vermaelen
5,5

5
DF
Martin Olsson
4,5
5
DF
Jan Vertonghen
6,0

6
MF
Emil Forsberg
5,0
81'
4
MF
Radja Naingollan
7,0
1

7
MF
Sebastian Larsson
5,0
69'
6
MF
Axel Witsel
6,5


8
MF
Albin Ekdal
6,5

11
MF
Yannick Carrasco
5,0
70'

9
MF
Kim Källström
6,0
7
MF
Kevin De Bruyne
8,0

10
FW
Zlatan Ibrahimović ©
7,0
10
MF
Eden Hazard ©
7,0
92'

11
FW
Marcus Berg
6,5
62'
9
FW
Romelu Lukaku
7,0
86'


2
DF
Mikael Lustig

8
MF
Marouane Fellaini


12
GK
Robin Olsen

12
GK
Simon Mignolet


13
DF
Pontus Jansson

13
GK
Jean-Francois Gillet


15
MF
Oscar Hiljemark

14
FW
Dries Mertens
6,5
70'

16
MF
Pontus Wernbloom

15
DF
Jason Denayer


17
DF
Ludwig Augustinsson

17
FW
Divock Origi
-
92'

18
MF
Oscar Lewicki

18
DF
Christian Kabasele


19
FW
Emir Kujović

19
MF
Mousa Dembélé


20
FW
John Guidetti
5,0
62'
20
FW
Christian Benteke
5,0
86'

21
MF
Jimmy Durmaz
5,0
69'
21
DF
Jordan Lukaku


22
MF
Erkan Zengin
5,0
81'
22
MF
Michy Batshuayi


23
GK
Patrik Carlgren

23
DF
Laurent Ciman


-
TR
Erik Hamrén
4,0
-
TR
Marc Wilmots
8,0




C
Cartão
C
Cartão


G
Gol
G
Gol


S
Substituição






S
Substituição






Produzido pelos colunistas:

Marcos Paulo || @makavista || BÉLGICA
Francisco Borja || @BorjaFrancisco_ || SUÉCIA
Linha de Fundo || @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.