Header Ads

Apático e previsível: Tupi segue sem vencer fora

Em jogo isolado da 16ª rodada, o Tupi voltou a entrar em campo nesta quinta-feira (14), para enfrentar o CRB pela Série B.


O Galo Carijó voltou a ser derrotado fora de casa (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)
A partida era a chance para o time mineiro quebrar duas escritas negativas na competição: ainda não ter vencido duas seguidas e também não ter vencido nenhuma fora de casa. No entanto, a atuação da equipe voltou a ser decepcionante, sendo facilmente dominado em Maceió e perdendo por 3 a 0 (a derrota de maior diferença de gols de que o time sofreu até aqui).

O JOGO

Para a partida, Estevam Soares tinha o desfalque de Marcos Serrato – artilheiro do time na competição ao lado de Vinícius Kiss com três gols cada –, em relação à equipe que venceu o Ceará. Por outro lado, emprestado pelo Botafogo, o meia Octávio pôde fazer a sua estreia com a camisa alvinegra e atuou como "falso-nove" no lugar de Rubens. O onze inicial teve Rafael Santos; Wesley Douglas, Rodolfo Mol, Gabriel Santos e Bruno Costa; Rafael Jataí, Renan Teixeira e Gabriel Sacilotto; Vinícius Kiss e Jonathan; Octávio; alinhado no 4-3-2-1 e apostando em um time mais veloz sem uma referência na área.

O posicionamento dos jogadores mostram a postura defensiva do Galo Carijó no início (Foto: Denilson Roma)
A partida começou de maneira esperada: os mandantes propondo mais o jogo e os visitantes buscando um contra-ataque. Nos primeiros minutos, o Tupi dava mostra que complicaria a vida do adversário, que pouco assustou. Todavia, aos poucos o CRB foi chegando mais próximo do gol, apesar de não exigir nenhuma grande defesa do goleiro adversário.

A melhor chance do time alagoano só veio aos 30 minutos. Após um contra-ataque puxado por Luigi, Roger Gaúcho bateu e Rafael Santos deu rebote, que foi aproveitado por Zé Carlos – claramente IMPEDIDO. O bandeira deixou o jogo seguir e o atacante, que não tinha nada a ver com isso, foi oportunista e inaugurou o marcador.

Com a desvantagem no placar, o Alvinegro perdeu a sua principal arma, o contra-ataque. Pouco criativa, a equipe não conseguia incomodar o adversário e no fim do primeiro tempo não tinha finalizado nem uma vez. Eis que, aos 40 minutos, Jonathan resolveu arriscar e a bola tocou no braço de Boaventura dentro da área. O árbitro não teve dúvidas e apontou a marca da cal: pênalti para o Tupi!

Jonathan perdeu a grande chance do Tupi na partida (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)
Dois lances foram cruciais para o resultado final. A começar pela cobrança do pênalti, em que Jonathan teve a chance de deixar tudo igual, mas não aproveitou. O meia bateu mal, Júlio Cesar acertou o canto e salvou o CRB, que foi com a vantagem de 1 a 0 para o intervalo. Na volta, o Tupi esteve desatento e o adversário se aproveitou disso, para criar a primeira chance do segundo tempo. Logo aos 3', Matheus Galdezani passou por Bruno Costa, invadiu a área e bateu cruzado, ampliando o marcador.

Aos 14', Estevam Soares resolveu mexer na equipe e fez duas alterações, Gabriel Sacilotto e Octávio deram lugares a Thiago Espíndola e Rubens. Com a entrada do lateral-esquerdo, Bruno Costa passou a ser o terceiro zagueiro e a equipe passou a ter outro esquema, alinhado no 3-5-2 a exemplo da partida anterior.

Só que desta vez não surtiu o efeito desejado, o time só chegou através das bolas paradas e o CRB esteve mais próximo de ampliar, do que o Tupi de diminuir. Aos 27', a equipe alagoana armou o contra-ataque e Roger Gaúcho teve a chance de matar o jogo, mas Rafael Santos fez uma grande defesa. 10 minutos depois, Welington Júnior aproveitou cruzamento e transformou a vitória em goleada, 3 a 0. Após o terceiro gol, o técnico carijó colocou Recife no lugar de Jonathan, para evitar que a diferença de gols fosse ainda maior.

Com a derrota, o time mineiro segue sem vencer fora de casa na Série B e terminará mais uma rodada na zona de rebaixamento, podendo ficar ainda mais distante do 16ª colocado – caso o Goiás vença o Náutico ou haja vencedor na partida entre Bragantino e Joinville. Na próxima rodada, o Galo Carijó enfrentará mais um time que está no G-4, o Atlético-GO. Essa partida teve alteração no horário e pela primeira vez o time jogará às 16 horas em Juiz de Fora.

Por: Marcelo Júnior || Twitter: @marcelinjrr

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.