Header Ads

Estreia com o pé direito

O doido deu o melhor recado que poderia em uma estreia: conquistar a vitória. Convenhamos que não foi nada que enchesse os olhos do torcedor por se tratar de um adversário fraco e do time não ter conseguido um placar mais elástico, mas foi uma atuação bem mais viva, mais animadora do que vinha sendo apresentado. E isso dá uma esperança, de quem sabe virar o turno com mais de 20 pontos, e aí sim começar uma nova vida no segundo turno da Série B, almejando dias melhores.

Carlos Alberto fez dois gols.
Foto: Divulgação/JEC
Logo nos primeiros minutos, era perceptível a mudança de atitude no JEC, era um time mais agressivo, que não somente se jogava ao ataque, mas sabia atacar com organização. O volante Diones foi utilizado em uma função mais a frente, meio que como um elemento surpresa, e estava bem no jogo, pena que se machucou e foi substituído por Thomás (muito mal, diga-se de passagem). O primeiro gol não demorou muito a sair, logo aos 11 minutos, quando Carlos Alberto aproveitou um desvio de bola da zaga do Sampaio e dentro da área botou a bola no fundo das redes, 1x0 tricolor.

A estreia de Aranha foi “percebida” somente aos 17 minutos, quando Pimentinha finalizou no ângulo e o arqueiro tricolor foi buscar a bola lá na gaveta, uma linda defesa. Antes disso, Heliardo teve a chance de ampliar, mas desperdiçou a finalização. O segundo e último gol do JEC veio ainda no primeiro tempo, quando Heliardo escorou de raspão e a bola sobrou para Carlos Alberto, o iluminado camisa 10 tricolor não titubeou e botou a gorducha na rede com um chute forte, 2x0.

O segundo tempo foi bem mais sem emoção, nenhum lance perigoso de gol, mas nenhum mesmo. O Joinville apenas administrou o placar, o fraco time do Sampaio Corrêa tentava algo com a velocidade de Pimentinha, mas a defesa tricolor marcou bem o baixinho e rápido atacante da Bolívia querida. Fim de papo e três pontos importantíssimos na conta do tricolor, pontos que se faziam extremamente necessários e que marcaram a estreia do professor Lisca pelo JEC.

Há de se destacar a partida que a dupla de volantes do JEC fez; Naldo e Bertotto foram muito bem, o prêmio de melhor em campo fica entre os dois, pois foram impecáveis durante a partida. Aranha e Lisca fizeram suas estreias e foram muito bem, o arqueiro tricolor dispensa comentários, goleiro que certamente trará segurança a meta tricolor; já sobre o professor, com o passar do tempo vai se adaptando mais ao grupo de atletas e, com a chegada de reforços, tende a melhorar ainda mais, contando com mais opções de qualidade no banco de reservas. E, claro, não podemos deixar de lado a atuação de Carlos Alberto, tarde iluminada do camisa 10 tricolor, foram dois gols na conta e uma boa partida do meia.

Aranha fez uma boa estreia.
Foto: Divulgação/JEC
Tudo tende a melhorar a partir de agora, com uma nova filosofia de jogo e uma nova maneira de trabalhar, a expectativa na maior cidade de Santa Catarina é grande e esperamos que ela seja correspondida. Confira abaixo a ficha técnica da partida:

Joinville 2x0 Sampaio Corrêa

Local: Arena Joinville, Joinville (SC);
Público e renda: 4.887 pessoas presentes, para uma renda de R$ 55.360,00;
Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhaes, ele foi auxiliado por Dibert Pedrosa Moises e Thiago Henrique Neto Correa Farinha;
Cartões amarelos: Diego (JEC), Bertotto (JEC) e Carlos Alberto (JEC) | Felipe Baiano (SAM);
Gols: Carlos Alberto 2x (JEC). Confira os gols da vitória tricolor clicando aqui; 

Joinville: Aranha | Reginaldo, Rafael Donato, Ligger e Diego | Naldo, Bertotto, Diones (Thomás [Murilo]), Everton Silva (Cléo Silva) e Carlos Alberto | Heliardo | Técnico: Lisca;

Sampaio Corrêa: Rodrigo Ramos | Éder Sciola, Luiz Otávio, Wágner e Renan Luís | Felipe Baiano, Renan Ribeiro (Paulo Marcelo) e Lucas Sotero | Pimentinha (Rayllan), Edgar (Jean Carlos) e Elias | Técnico: Wagner Lopes.

Lisca estreou bem.
Foto: Divulgação/JEC
O tricolor volta a campo no próximo sábado e é confronto direto de acordo com a nossa situação. Vamos enfrentar o Bragantino no Nabi Abi Chedid, às 21h, um jogo em que a vitória é extremamente necessária e que será um bom teste para o novo JEC de Lisca.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.