Header Ads

Tiago Cardoso: Um erro não apaga uma história

Tiago Cardoso é parte da história do Santa Cruz (Fonte: ESPN)
Em 2011 iniciava-se mais uma monótona temporada no Arruda: O Santinha estava endividado, sem divisão e montando mais um elenco de repleto de desconhecidos. Eis que em meio às incógnitas, encontrava-se Tiago Cardoso, um goleiro que assim como o tricolor, estava num momento de declínio, já que em apenas três anos passou do Atlético/PR para o modesto Monte Azul/SP. Dessa forma, ambos buscavam um recomeço, um norte rumo ao caminho do sucesso. “A cooperação é a convicção plena de que ninguém pode chegar à meta se não chegarem todos”. - Essa célebre frase de Virginia Burden, expressa bem o momento vivido na época entre atleta/clube. Numa verdadeira ajuda mútua, o jogador e a instituição conseguiram se reerguer, criando um forte vínculo.

Logo no seu primeiro ano vestindo o manto coral, Tiago Cardoso foi peça fundamental não só na conquista do título estadual após cinco anos na fila (De quebra ainda foi eleito craque da competição), mas também no vice-campeonato da Série D que garantiu o acesso a Série C de 2012. Foi um ano mágico na carreira do arqueiro, que foi batizado pela massa coral como "Paredão", em homenagem aos verdadeiros milagres operados principalmente nos jogos decisivos.

À medida que o tempo passava, Tiago era mais amado pela torcida, alcançando marcas e conquistando títulos. Nos últimos quatro anos, foram dois acessos (Colocando o clube elite do futebol nacional, após dez anos), quatro campeonatos estaduais (sendo três delas contra o time do satã, mais conhecido como Sport); um Brasileiro da Série C; um vice-campeonato da Série B e o inédito título da Copa do Nordeste da atual temporada (Com direito a defesa de pênalti e algumas defesas dadas como impossíveis pelos princípios da física). Por tudo isso, o goleiro é sem dúvidas, um dos maiores ídolos da vitoriosa história do Santa Cruz.

Na última quarta, em partida válida pelas Oitavas de Final da Copa do Brasil, o paredão falhou já no final do jogo, cedendo o empate por 1x1 ao Vasco. Depois disso, pude observar inúmeros xingamentos e ofensas ao nosso ídolo, por parte de pessoas que se dizem "torcedores" do Terror do Nordeste. Ora, façam-me o favor! Um verdadeiro tricolor, pensa muito bem antes de falar algo sobre Tiago. Não só por tudo que já expus nos parágrafos anteriores, mas também pelo respeito que um profissional dedicado merece. Erros acontecem e só não está sujeito e eles, quem não joga. Antes de reclamarem de uma falha isolada, lembre-se de todas as vezes que Tiago LIVROU A CARA do Santa Cruz.  Para os que sofrem de memória curta, aqui estão algumas defesas milagres do paredão:



Por: Matheus Dantas || Twitter: @matheusdantas08

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.