Header Ads

Massa Bruta desperdiça chances e perde em Londrina

Na noite desta terça-feira, o Bragantino entrou em campo contra o recém chegado Londrina e acabou saindo derrotado pela equipe paranaense. Aproveitando muito bem as chances criadas no ataque, o Tubarão venceu por 2 a 0 com gols de Keirrison e Luizão, ambos na etapa inicial.

Equipes durante o Hino Nacional no Estádio do Café // Foto: Globo Esporte
O Braga entrou em campo no Estádio do Café com a seguinte escalação na formação tática do 4-5-1: Felipe no gol; na lateral direita Alemão; zaga formada por Ednei e Éder Lima; na lateral esquerda, Bruno Pacheco completando o setor defensivo; na frente dos marcadores, Marcelo Veiga optou por dois volantes e para essa partida foram escalados dois jogadores novatos no elenco: Rivaldo, que já havia marcado gol na rodada passada contra o Bahia, e André Rocha, que já está adaptado ao novo meio-campo do Massa Bruta; na criação, os meias Tartá e Erick; no ataque, o centroavante Eliandro isolado como um cabeça de área ou um ponto de referência, se preferir.

No apito do árbitro, a primeira etapa começou marcada pela superioridade por parte da equipe da casa, tanto na posse de bola, quanto nas oportunidades criadas, e logo aos 7 minutos o Londrina abriu o placar com Keirrison, que tocou na saída do goleiro Felipe depois do ótimo cruzamento de Igor Bosel. 
O Bragantino estava nervoso e não chegava com perigo, Tartá não estava bem nem técnicamente, nem fisicamente e deixou o gramado aos 20 minutos para a entrada do atacante Erik Felipe.

Em um descuido da defesa bragantina, o zagueiro Luizão aproveitou o escanteio cobrado por Paulinho e testou firme para ampliar o placar para o Londrina, que cauterizava as chegadas do Braga, que sequer teve chances de perigo na primeira etapa.



Bragantino ainda apresenta falhas defensivas em bola parada // Foto: Globo Esporte
Sem mudanças no intervalo, ambos os times voltaram para a segunda etapa com a mesma escalação, mas parece que houve uma ''bronca'' no intervalo e o Bragantino passou a atacar com muito mais eficiência, dominando todo o segundo tempo. O goleiro Rangel estava disposto e defendeu o petardo de André Rocha em cobrança de falta, além de espalmar a pancada de Eliandro de dentro da área. Sem sucesso até então, Veiga trocou Erick por Watson e viu o time pressionar ainda mais.

Aos 22 minutos, Eliandro cruzou dentro da área nas mãos do goleiro Marcelo Rangel, que encaixou errado e viu a bola passar no vão de suas pernas, mas conseguiu se recuperar no lance e evitou que Watson chegasse na bola. Outra mudança, saiu Eliandro e entrou Jobinho. 
O jogo ficou pegado, com muitas faltas no meio-campo e mais pressão bragantina; o Tubarão, todo na retranca, apenas esperou o jogo acabar e só viu o Braga atacar na segunda etapa, mas soube controlar o jogo e saiu vitorioso no embate.

O resultado não mudou a posição do Bragantino, que permanece em 16º no momento já que o Joinville perdeu a chance de sair do Z4 ao perder para o Vila Nova. No entanto, o Goiás pode ultrapassar o Braga, pois irá jogar semana que vem contra o Sampaio Corrêa em jogo adiado por conta da Olímpiada Rio 2016.


Bragantino vai ter que esperar duas semanas para confirmar distância do Z4  // Foto: Globo Esporte
Na sequência, o Bragantino jogará contra o Vila Nova, em Bragança, sexta-feira (19), às 20h30 e espera seu torcedor no Nabi Abi Chedid. O Braga termina seu primeiro turno na 16ª colocação, provisoriamente.


Confira os melhores momentos da partida


Mateus Segur || @SegurMateus
Linha de Fundo || @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.