Header Ads

Por que, Jorginho?

  Fala, Turma da Fuzarca!


    Desde o começo da Série B foi especulado que os jovens da base seriam testados ao longo desse campeonato que parece não ter fim, entretanto, estamos vendo os mesmos trintões e aquelas incríveis formações malucas.

(Foto: GE)
    Começou no Carioca, quando Jorge Henrique, atacante, jogou de zagueiro e volante por vezes. Na Copa do Brasil, aquele defensor que joga no lado de lá da cidade virou centroavante. Contra o Vila Nova chegamos ao cume do estresse. Entramos com três volantes diante do poderoso time goiano, terminando com quatro laterais e mais uma derrota em casa.

    Sem Martin, Nenê, Andrezinho e Jorge Henrique – Graças! –, o jogo já era meio preocupante. Era necessário que os jovens da base já tivessem uma maior participação no time titular para buscar o amadurecimento antes de começar o Brasileirão, em 2017. No meio do caos, Douglas Luiz fez sua estreia entre os onze iniciais e o garoto não sentiu o peso da camisa, sendo um dos poucos que se salvaram. Quando o Vasco começava jogar bem, apareceu Jorginho fazendo o meio campo ficar previsível com as saídas de Julio dos Santos e Diguinho para entradas de Henrique e Madson. Sim, mais dois laterais.

    Por que, Jorginho? Pobre Vasco...

Abcs, Galera, 

Matheus Freitas     @_MFreitas9_

Linha de Fundo     @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.