Header Ads

Fiji domina Rugby Sevens e Brasil decepciona

Chegou ao fim a primeira e memorável edição de Sevens masculino no Rio 2016 sendo coroada a excepcional seleção favorita, Fiji. Um duelo emocionante e um presente maior ainda: a primeira medalha olímpica, em qualquer modalidade da história de Fiji foi a dourada. País campeão das últimas duas temporadas da série mundial de Sevens comprovou o porquê de o seu jogo ser tão criativo e diferenciado, confirmando seu favoritismo ao derrotar a forte Grã-Bretanha por um placar elástico, 43 a 7, em Deodoro.


Antecedendo a fantástica final, Deodoro também foi palco da disputa pelo bronze entre sul-africanos e japoneses, uma rivalidade que já vem desde a última Copa do Mundo, quando o Japão bateu os tradicionais Blitzboks, porém desta vez a seleção da África do Sul foi a ganhadora e com um placar com disparidade: 54 a 14 com Rosko Specman partindo três vezes rumo ao in-goal adversário. Os japoneses tentaram correr atrás do prejuízo, no entanto, não foi eficaz e perderam o terceiro lugar no pódio.

O Brasil, por sua vez, começou os Jogos Olímpicos levantando muita torcida para o Complexo de Deodoro, que ficou lotado. O início do jogo contra Fiji foi de altíssimo nível para os Tupis, que fecharam os espaços fijianos e souberam trabalhar muito bem o jogo de mãos. Chegaram a estar na frente, porém a forte seleção de Fiji dominou o segundo tempo e dando números finais ao duelo venceu o jogo em 40 a 12.

Jogando diante dos Estados Unidos, o Brasil foi superado por 26 a 0, sem sustos para os americanos, que dominaram a posse de bola e o território.

E a última apresentação tupiniquim na fase de grupos guardou um confronto épico. O Brasil jogou contra a Argentina e terminou com o último lugar da primeira fase uma derrota de 31 a 0 para os Pumas.


A seleção brasileira infelizmente não teve bons resultados dentro de campo e disputou o 11º lugar contra o Quênia, que foi vencedor de uma das etapas da Série Mundial de Sevens em 2016. Os quenianos surpreenderam os brasileiros e com um forte jogo físico venceram os Tupis, por 24 a 0, encerrando assim a primeira participação do Rugby Brasileiro nas Olimpíadas.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.