Header Ads

A União faz a Força

Durante muito tempo a Série B parecida não ser mais a casa do Vila Nova, mas o jogo virou é o Vila e outro. De cara nova, e com ânimo renovado a cada jogo a equipe da um passo importante no campeonato. O Tigrão entrou em campo na noite da última terça-feira(13), onde enfrentou o Paraná em Curitiba. E o resultado não poderia ter sido melhor, 2 a 1 com gols de Moisés e Fabinho. Detalhe, venceu e convenceu na casa do adversário. Antes disso o time já havia conseguido uma vitória importante pelo mesmo placar diante do CRB, no Rei Pelé. Voltamos para Goiânia com 6 pontos na bagagem e a 2 do G-4. O técnico Guilherme Alves tem o time em mãos, com sua chegada foi bastante criticado por não ser tão conhecido assim, porém assim como o técnico do rival Atlético vem sendo destaque entre os times goianos. O Tigre volta para casa com um ânimo novo.

Moisés marca e ajuda o Tigrão a quebrar um novo tabe na Série B 2016. Foto: Reprodução / Vila Nova Futebol Clube.
Em 2016 era o ano para o clube se firmar e entrar nos trilhos, após um 2015 brilhante o torcedor é claro que esperava mais da equipe. Chegamos a ser semifinalistas do Goianão perdendo para o Goiás, e na Copa Verde perdendo para a equipe do Gama nos pênaltis, a equipe foi muito criticada no início do Brasileirão, um início no qual não foi dos melhores. Muitos jogadores já saíram, outros já chegaram é a cara do time não mudou. Nossa bobeira foi perder jogos em casa para equipes que segue nosso mesmo ideal.

O melhor ano do Vila na Série B foi justamente em 2008, quando a equipe teve uma grande sequencia de jogos ganhando ate mesmo no Corinthians o campeão daquele ano, ano que o Tigre surpreendeu ficando em 6° na tabela de classificação. Em 2016 o clube já deixou 2008 para trás e vai fazendo história ao vencer Bahia em Salvador, Vasco no Rio, e na terça(13) o Paraná no Durival de Brito, todos foram feitos que somente o treinador Guilherme Alves conseguiu.

Ao vencer o Paraná o Vila se aproximou ainda mais do seu objetivo, se bem que não seria nada mal lutar por algo a mais. Somos carentes de algo bom, de um time que entre é que dispute títulos. Estão nós deixando sonhar, qualquer time que está a 2 pontos de G-4 lutaria pelo acesso deixaria a torcida animada sim, mas o torcedor sabe da atual situação do time que ainda e preocupante. Ainda vai anos para realmente entrar nos trilhos, se o acesso vier vai ser a coroação e ao mesmo tempo o alívio por tudo que já enfrentamos com o Vila, volto a falar o que é para ser nosso vem com o tempo.


O Tigrão completou 50 dias sem perder fora de Goiânia, levando o time a ser o melhor time do segundo turno fora de casa, coisa que não via a bastante tempo. O momento do time e de alto astral, pedimos e agora chegou nossa vez de ajudar. A torcida já provou que podemos carregar nos braços nosso time, e eles sabem disso. A união e crucial, esperamos que em 2016 seja diferente de 2008. É a união entre time e torcida começa a tornar real, torcida que estava afastada volta a abraçar o time no seu melhor momento. Juntos somos fortes.

Na próxima rodada o Tigrão recebe o Luverdense, no Serra Dourada na última passagem do LEC por Goiânia não foi das melhores o jogo disputado pela Copa Verde ficou 4 a 0 para a equipe da casa.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.