Header Ads

Botafogo domina, joga bem mas perde para o Santos na Arena

Na noite desta quarta-feira (14), o Botafogo recebeu o Santos em partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após uma sequência de três vitórias seguidas, o Glorioso foi derrotado por 1 a 0 mesmo jogando bem. O Alvinegro segue com 35 pontos. O próximo adversário será o Vitória, domingo (18), fora de casa. 

O JOGO

Neilton lamenta falha e gols perdidos (Foto: Armando Paiva/AGIF)
Foi uma daquelas derrotas injustas. O Botafogo, mesmo com desfalques importantes, fez um bom jogo e teve amplo domínio, criando diversas oportunidades de gol, algumas claríssimas. Infelizmente era aquele dia em que a bola não entraria nem se houvesse um terceiro tempo. O Santos pouco fez na partida. O gol foi resultado de um erro individual de Neilton. E a torcida reconheceu a boa atuação, quando mesmo após o apito final, aplaudiu o time, que lutou, buscou o gol e mostrou imensa vontade de vencer. 

Bom, o Santos marcou logo aos 3 minutos. Zeca aproveitou vacilo de Neilton e roubou a bola. Ele então partiu em disparada e, de fora da área, fez um bonito gol. O Peixe ainda levaria perigo aos 7 minutos, quando Vitor Bueno, impedido, saiu na cara do goleiro Sidão após passe de Ricardo Oliveira (o bandeira assinalou a posição irregular) e aos 17', quando Jean Mota, após tabelar com Victor Ferraz, chegou na cara do gol mas finalizou fraco, para defesa tranquila de Sidão. E foi só. A equipe comandada por Dorival Santos viu um Botafogo aplicado e que pressionava bastante. Aos 12', Emerson Santos chutou rasteiro no canto direito de Vanderlei, que mandou a bola para fora. Aos 18', Bruno Silva arriscou de fora da área e Vanderlei pulou para defender. Dois minutos depois, Victor Luiz, de cabeça, mandou bola para área. Na sobra, Dudu Cearense, sozinho, isolou. Aos 25 minutos, Gustavo Henrique quase marcou contra após cabeceio. A bola tocou o travessão e sobrou para Neilton, que dividiu com Zeca e ficou no chão. Aos 37', Camilo cruzou e Emerson Santos tentou cabecear. A bola voltou para a área e caiu no pé de Canales, que chutou para longe, desperdiçando ótima chance. Aos 43 minutos, Emerson cruzou e Neilton completou para fora. Aos 46', o primeiro tempo acabou. E como pudemos notar, foi um massacre botafoguense. É aquele velho ditado: quem não faz...

O Glorioso retornou com a mesma equipe para a etapa final. Aos 16 minutos, Emerson cruzou mas surpreendeu e a bola foi na direção do gol. Vanderlei se esticou todo para defender e evitar o empate. Aos 18', Neiltou quase se redimiu. De fora da área, o atacante mirou o ângulo de Vanderlei. A bola, no entanto, raspou a trave. Jair Ventura, aos 23', tirou Emerson Santos, que deu lugar ao atacante Rodrigo Pimpão. Aos 29 minutos, Camilo aproveitou bola pingando na entrada da área para arriscar o chute. O meia mandou no canto esquerdo de Vanderlei, que defendeu novamente. Aos 31', o chileno Canales foi substituído por Vinícius Tanque. Aos 39', terceira e última alteração, com Dudu Cearense deixando o gramado para a entrada de Leandrinho. Já nos acréscimos, aos 47 minutos, Camilo cruzou e Leandrinho tentou de cabeça. A bola sobrou para Tanque, que tentou finalizar mas não conseguiu. A bola então chegou em Leandrinho, que se esticou para chutar, sem sucesso. Aos 49', no último lance da partida, Sidão, na área, quase empatou o jogo após escanteio de Camilo. O goleiro botafoguense emendou uma linda bicicleta, porém, fraca, para defesa tranquila de Vanderlei. Fim de jogo, Santos 1 a 0. 

OBSERVAÇÕES

Apesar da derrota, foi legal ver a torcida, que compareceu em peso, aplaudir o time após o jogo. É sinal de reconhecimento. Espero também que a diretoria tenha aprendido que promoção atrai o torcedor. Foram quase 12 mil presentes na Arena em um dia de semana com horário ruim para quem trabalha e/ou estuda. Um verdadeiro caldeirão. 

Derrota injusta. Amplo domínio do Glorioso na partida. Mesmo sem Sassá, Carli e Airton, Botafogo pressionou, teve volume de jogo e fez boa exibição. Faltou 'só' o gol mesmo. Desfalques fizeram falta. A atuação anima, mas o revés frustrou.

FICHA DO JOGO

Botafogo 0
Sidão, Emerson Santos (Rodrigo Pimpão), Renan Fonseca, Emerson Silva, Diogo Barbosa; Victor Luis, Bruno Silva, Dudu Cearense (Leandrinho), Camilo; Neilton, Canales (Vinícius Tanque). Técnico: Jair Ventura. 

Santos 1
Vanderlei, Victor Ferraz (Caju), David Braz, Gustavo Henrique, Zeca; Thiago Maia, Renato, Vitor Bueno (Yuri), Jean Mota, Lucas Lima (Lucas Veríssimo); Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior. 

Estádio: Arena Botafogo (RJ).
Árbitro: Paulo Schleich Vollkopf (MS).
Assistentes: Cicero Alessandro de Souza (MS) e Marcos dos Santos Brito (MS). 
Gol: Zeca (3' do 1º T). 
Cartões amarelos: Rodrigo Pimpão e Bruno Silva (Botafogo); Jean Mota (Santos).
Público: 11.883. 
Renda: R$ 185.240,00. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.