Header Ads

Botafogo-SP: Um ponto da classificação e três jogos do acesso

O Botafogo está a um pé de estar na próxima fase do Campeonato Brasileiro da Série C. Isso tudo, especificamente por causa dos pés do contestado Isac, jogador que no começo do campeonato não era unanimidade entre os torcedores do Pantera, agora já vai se tornando um especie de amuleto para os torcedores tricolores. O Botafogo despachou a equipe do Tombense, em um jogo que foi mais difícil do que se esperava, venceu apertado, na raça e com o coração na chuteira, e só não está com antecedência na próxima fase, por que o Juventude superou o Macaé por 2-1, de virada. Na próxima rodada, o Foguinho encara o mesmo Macaé, mas dentro do RJ, em partida que deve selar a ida para as quartas de final. Um empate sela a classificação, mas o time de Márcio Fernandes não pensa em jogar por um ponto, e sim pela vitória. Isso pelo fato de que em caso de vitória, o tricolor poderá terminar a primeira fase na segunda colocação, e garantir nas quartas, o direito de jogar a partida decisiva para o acesso a Serie B, em casa.

O JOGO.


1° tempo muito pegado no Santa Cruz.
Precisando afastar a desconfiança de boa parte da torcida, o Botafogo entrou já pressionando os mineiros do Tombense nos minutos iniciais, principalmente com bolas alçadas na área do goleiro adversário. Do lado adversário, os visitantes tentavam responder com a velocidade em contra-ataques. Daniel Amorim, o principal homem de ofensividade do Tombense, demorou para conseguir espaços na marcação, e Neneca afastou as principais oportunidades.
Na primeira grande chance do jogo, Serginho serviu Tiago Marques com maestria na grande área, e o atacante arriscou o chute, que passou muito perto da trave de Darley. Dois minutos seguintes, Pituca também arriscou, o goleiro deu rebote, mas Cléo Silva não aproveitou, até que a defesa do Tombense afastou o perigo.
Dali em frente a primeira etapa caminhou para o zero a zero, já que o Tricolor sofria para se desvencilhar da marcação forte dos mineiros. Mais avançado, o atacante Cléo Silva tentava buscar um espaço entre os zagueiros, mas quase sempre acabava passando a frente da linha do impedimento. Em contrapartida, o Tombense aguardava o apito final do árbitro no primeiro tempo, e controlava o jogo com muitas faltas no meio, e usando muito a troca de passes.

Veio o 2°tempo...
Para o segundo tempo os visitantes voltaram mais incisivos, pressionando sempre a saída de bola do Foguinho. O Botafogo sentia a pressão de jogar para seu torcedor e aos poucos passou a dar mais espaço no gramado para o adversário jogar. Com o tempo, o Tombense tomou conta total das ações ofensivas, buscando principalmente os chutes de longa e média distância. No momento em que o Pantera, começou a responder, passando a apostar sempre no contra-ataque
Botafogo está a um ponto das quartas da Série C

Até que, quando o jogo caminhava para um empate sem gols no estádio Santa Cruz, o treinador Márcio Fernandes mandou Isac no lugar de Tiago Marques, buscando ter uma carta na manga, um último suspiro. Com apenas sete minutos no gramado, quando o relógio marcava 39min, o atacante recebeu um lançamento primoroso de Zotti na entrada da grande área, dominou de frente com Darley e mandou uma sapatada para o fundo das redes.
Foi não só o gol da vitória, como mais um do contestado Isac, que vai se mostrando fundamental nessa parte final da primeira fase, com um crescimento técnico incrível. E mais do que os três pontos conquistados, também acrescenta-se mais um ponto de Márcio Fernandes com a torcida, que mexeu bem novamente no time, e encaminhou o Foguinho para as quartas de final. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.