Header Ads

Ceará 0 x 1 Sampaio Corrêa: o Tubarão mandou no Castelão de lá também

Valendo a 25ª rodada da Série B, o Sampaio Corrêa foi a Fortaleza (CE) encarar o Ceará, no Estádio Castelão. A Bolívia Querida venceu a equipe da casa, que briga para entrar no G4, pelo placar mínimo, 1 a 0, mas com autoridade.

Gustavo Marmentini marcou o único gol da partida, o seu primeiro com a camisa boliviana (Foto: cearasc.com)


O Ceará conseguiu criar a sua primeira chance aos 14 minutos. Após cobrança de escanteio, Charles subiu mais que Wágner e cabeceou por cima do gol. Logo depois, Pimentinha partiu em contra-ataque e lançou da entrada da área para Diego Lorenzi livre na área. Por pouco ele não aproveitou a chance, tocando de leve na bola, que saiu pela Linha de Fundo.

Aos 22, Eduardo arriscou um chute de fora da área que passou ao lado do gol e Rodrigo Ramos apenas acompanhou a saída da bola. Aos 30, o tricolor maranhense teve mais uma oportunidade em contra-ataque. No meio de campo, Diego Lorenzi tocou para Jean Carlos na esquerda, que partiu em velocidade e da entrada chutou por cima do gol. Ele poderia ter optado por lançar para Pimentinha que estava livre na área, mas preferiu a finalização equivocada.

O Sampaio teve nova oportunidade para abrir o placar aos 37. Após cobrança de falta efetuada por Gustavo Marmentini, a bola passou por todo mundo e sobrou para Diego Lorenzi frente a frente com o goleiro Éverson, mas o volante tricolor chutou em cima do arqueiro e desperdiçou uma ótima chance.

A Bolívia Querida conseguiu fazer o seu gol nos acréscimos do primeiro tempo, exatamente aos 46 minutos. Após lançamento da direita, Jean Carlos fez o corta-luz e a bola chegou aos pés de Marmentini livre na esquerda. O camisa 10 tricolor chutou cruzado no canto esquerdo de Éverson para fazer o único gol da partida.

Logo no início do segundo tempo, o Ceará levou perigo com Eduardo. Ele cruzou e a bola foi direto para o gol, mas Rodrigo Ramos espalmou para fora. O Vozão só voltou a assustar aos 21. Serginho tabelou com Wescley e saiu cara a cara com o goleiro. Ele finalizou, mas Rodrigo Ramos fez ótima defesa e impediu o empate cearense. Aos 34 minutos, Rafael Costa recebeu livre de Bill dentro da área, mas demorou muito para definir a jogada e o arqueiro boliviano mais uma vez fez ótima intervenção, saindo bem do gol e salvando a Bolívia Querida.

O Ceará teve a sua última chance aos 42 minutos. Thallyson cruzou da esquerda, Bill escorou de cabeça e Rafael Costa quase na marca de pênalti chutou forte rente ao poste direito tricolor. O apito final decretou a primeira vitória fora de casa do Sampaio Corrêa na competição.

O técnico Flávio Araújo montou um esquema bem diferente do que vinha utilizando. Ele improvisou Héverton novamente na lateral esquerda e deslocou Renan Luís para a meia esquerda. Sem um centroavante fixo, o comandante tricolor sacou Elias e colocou Jean Carlos em seu lugar, o que deu muita movimentação ao ataque. O jogo teve um início de forte marcação do Sampaio, sobretudo no meio de campo, com Diego Lorenzi e Diogo Orlando responsáveis por proteger diretamente os seus zagueiros. Guilherme Lucena entrou na vaga de Éder Sciola com o intuito de ter mais apoio ofensivo, mas essa mudança estava deixando o flanco direito vulnerável aos ataques da equipe cearense. Marmentini fez um bom primeiro tempo, ajudando na marcação, efetuando bons passes e marcando o seu primeiro gol com a camisa tricolor.

O Tubarão continua na lanterna com 20 pontos, mas agora está a dez do primeiro fora da zona de rebaixamento, que é o Oeste. A distância ainda é grande, mas tudo pode acontecer. Enquanto houver chance devemos acreditar. O Sampaio volta a campo no próximo Sábado (17) para enfrentar o CRB, às 16h, no Estádio Castelão, em São Luís.

FICHA DO JOGO:
CEARÁ 0 X 1 SAMPAIO CORRÊA

Local: Estádio Castelão, Fortaleza (CE)
Data: 13 de Setembro de 2016, terça-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Gleidson Santos Oliveira (BA)
Cartões amarelos: Eduardo, Thallyson e Charles (Ceará); Guilherme Lucena (Sampaio Corrêa)
Gol: Gustavo Marmentini, aos 46’ 1º T

Ceará: Éverson; Thallyson, Charles, Valdo e Eduardo (Tiago Cametá); Baraka (Serginho), Richardson, Felipe, Wescley e Felipe Menezes (Rafael Costa); Bill.
Técnico: Sérgio Soares

Sampaio Corrêa: Rodrigo Ramos; Guilherme Lucena (Éder Sciola), Luiz Otávio, Wágner Fogolari e Héverton; Diogo Orlando, Diego Lorenzi (Tássio), Renan Luís e Gustavo Marmentini (Enercino); Pimentinha e Jean Carlos.
Técnico: Flávio Araújo

Marcos Fernandes || Twitter: @poetafernandes
Linha de Fundo || @SiteLF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.