Header Ads

O simples é o melhor caminho: Tottenham entra no G-4

Na partida que fechava a 5ª rodada da Premier League, o Tottenham recebeu o Sunderland neste domingo (18), no White Hart Lane, em Londres. Após a derrota em casa na estreia da Champions, os Spurs pareceram não se abater, dano uma resposta a torcida e conseguindo manter a invencibilidade na competição nacional.
O Tottenham segue invicto na Premier League (Foto: Reuters)
Com um time alternativo, Eriksen e Lamela deram lugares à Sissoko e Dembele, ambos titulares pela primeira vez na temporada. As outras mudanças foram no sistema defensivo, com Vertonghen improvisado na lateral-esquerda, enquanto Dier foi recuado para a zaga. O onze inicial teve a equipe alinhada no 4-2-3-1 – Lloris; Walker, Alderweireld, Dier e Vertonghen; Wanyama, Sissoko, Dembele, Alli e Son; Kane.

O JOGO

A partida começou com os mandantes em cima. Logo nos primeiros minutos, a posse de bola foi de aproximadamente 70%, o que não mudou durante os 90 minutos. Apesar do amplo domínio, a equipe sofreu para levar perigo ao adversário, que demonstrou ter a proposta de jogar por apenas uma bola.

Durante o primeiro tempo, o Tottenham não conseguiu criar nenhuma chance clara, finalizando na maioria das vezes de fora da área. Com dificuldades para penetrar na defesa adversária, Dier, Wanyama, Sissoko, Dembélé e Son arriscaram, mas todos falharam.
Walker evitou o gol do Sunderland (Foto: Getty)
O Sunderland, por sua vez, só chegou uma vez nos primeiros 45 minutos e foi quem esteve mais perto de marcar. Aos 44', Pienaar superou Lloris, mas Walker  como no jogo contra o Stoke  salvou em cima da linha. E essa foi a melhor chance de um primeiro tempo que terminou empatado: 0 a 0.

O segundo tempo começou como havia terminado o primeiro: o Tottenham bastante superior, trocando passes no campo de ataque e buscando o gol, sem sucesso. A melhor chance foi com Son, que recebeu na esquerda e finalizou na rede, só que pelo lado de fora.
Harry Kane abriu o placar no White Hart Lane (Foto: Getty)
O alento veio só aos 16 minutos, quando Walker cruzou da direita, Alli escorou para o meio da área e a bola resvalou em Djilobodji, mas defensor não conseguiu afastar o perigo. Na sobra, Kane teve a chance, livre, na pequena área e não titubeou. Foi o primeiro gol em Londres e o segundo do artilheiro na edição 2016/17.

Após abrir o placar, o time londrino continuou melhor na partida, tendo algumas chances de ampliar. Aos 28', a bola foi rebatida na área e Dier acertou um chute a queima-roupa, antes de ser substituído por Davies. Já com Lamela em campo no lugar de Dembélé, o argentino quase ampliou em um chute cruzado, aos 41 minutos.

No fim da partida, Kane sentiu em uma dividida e teve que ser substituído, dano lugar à Janssen. Nos acréscimos, Januzaj ainda recebeu o segundo amarelo e, consequentemente, o vermelho. Entretanto, restou pouco tempo que a vantagem numérica fosse aproveitada, já que o árbitro logo apitou pela última vez.

Apesar do placar magro, os Spurs conseguiram mais um resultado importante, mantendo a invencibilidade e se aproximando das primeiras colocações  apenas 1 ponto do vice-líder Everton e à 4 do líder Manchester City. Com as derrotas de Chelsea e Manchester United, o Tottenham assumiu a 3ª colocação, entrando no G-4 pela primeira vez.  

#COYS

Por: Marcelo Júnior || Twitter: @marcelinjrr / @SiteLF / @PLBrasil_LF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.