Header Ads

Ufa! Com gol de Wesley, São Paulo se distancia do Z4

São Paulo vence, se distancia do Z4 e complica o Cruzeiro



Após finalmente ganhar o primeiro jogo no comando do São Paulo (contra o Figueirense), Ricardo Gomes preparou o time para se reerguer no Brasileiro, precisando assim de uma vitória contra o Cruzeiro. E com gol de Wesley, o São Paulo somou mais 3 e foi para 34 pontos.

Ricardo Gomes apostou na mesma formação utilizada no domingo, 4-5-1, com Cueva e Kelvin nas pontas auxiliando Chávez que estava centralizado. Além da posição do peruano, a posição de Wesley também é uma certa novidade, já que nos últimos jogos ele vem atuando como meia "armador", e até então é onde ele está se saindo melhor. 

Apenas o São Paulo jogou no 1º tempo, o Tricolor conseguia pressionar a saída de bola do Cruzeiro, não o deixando com espaço para trocar passes. O time da casa chegou com perigo logo no início da partida com um chute de fora da área de Wesley, esse o goleiro pegou, mas o outro, no final da 1ª etapa, Rafael não conseguiu alcançar a bola e o meia abriu o placar para o Tricolor. Após o intervalo, Mano "arrumou" o time mineiro e esse começou a chegar com mais perigo, fazendo Denis aparecer - e bem - no jogo. Porém, mesmo com maior pressão cruzeirense, quem quase marcou foi o Tricolor. Chávez foi agredido dentro da área (sem a bola) por Manoel, o zagueiro foi expulso, Chávez cobrou o pênalti, porém chutou fraco e Rafael defendeu. Assim, a partida terminou por 1 a 0 para o Tricolor.

O destaque positivo do jogo foram Wesley, Buffarini e Denis. O goleiro foi acionado poucas vezes, mas se saiu muito bem em todas. Já o lateral e o meia, não desistiam de nenhuma jogada, dividiam e roubavam a bola. Vale a pena lembrar que diferentemente de Michel Bastos, após a confusão no CT, Wesley preferiu mostrar para a torcida que merece estar no elenco são-paulino, não ficar "com medo" e querer sair. Por outro lado, o destaque de modo ruim, foi Thiago Mendes. Ao contrário de Buffarini e Wesley, o volante parecia não se importar com o jogo, não corria e muito menos entrava em alguma dividida com jogadores cruzeirenses, as poucas vezes que a Raposa chegou com perigo, foram em bolas perdidas por ele.

Com esse resultado, São Paulo chega aos 34 pontos, permanece em 12º. São 8 pontos do G4 e 6 do Z4. Já o Cruzeiro fica com 29 pontos, 1 ponto do Z4. Próximo jogo do Tricolor é contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada, domingo (18/09) às 16h.

FICHA TÉCNICA
Local: Estádio Cícero Pompeu de Toledo, Morumbi - São Paulo
Gols: Wesley (SP)
Cartão Vermelho: Manoel (CEC)
Arbitragem: Diego Almeida Real (RS-ASP-FIFA), auxiliado por Alexandre A. Pruinelli Kleiniche (RS-CBF-1) e Jose Eduardo Calza (RS-CBF-1)

SÃO PAULO
Denis; Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson (João Schmidt), Wesley e Thiago Mendes; Cueva (Carlinhos), Chávez e Kelvin (Luiz Araújo). Técnico: Ricardo Gomes

CRUZEIRO
Rafael; Lucas (Ezequiel), Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Lucas Romero e Rafinha (Marcos Vinícius); Robinho, Willian e Rafael Sóbis (Alisson). Técnico: Mano Menezes

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.