Header Ads

Uma vitoria para lavar a alma

Quem diria, leitor. Nosso queridíssimo Roberto Cavalo se safou e no melhor resultado possível, 4x0 fora o baile. Engraçado que, depois de uma simples faixa de protesto, o time começou a jogar. Sempre defendi o time do Criciúma, temos qualidade, falta vontade e um técnico. Tudo o que eu dizia se confirmou nessa terça-feira. 


 Quem começou a festa foi Douglas Moreira, que fez um golaço depois da falha do bisonha do goleiro. Já no segundo tempo, em um escanteio depois da casquinha de Jheimy, Giaretta fez como um centroavante, chutando no canto. Depois de duas jogadas pela direita de Roberto, que estava deitando e rolando na zaga adversária, Jheimy e Caíque Valdivia converteram para o tigre catarinense, fechando o caixão do Oeste. Neste momento, o grito saiu da boca: "Sai zika".

Na parte tática do time, não tem muito o que falar. A equipe jogou certinha, nos erros do adversário e aproveitando muito a velocidade de Roberto, que deitou em cima da parte esquerda fraca da defesa do adversário paulista. Mais uma vez nosso motorzinho jogou muito bola e inacreditável como ainda não foi levado por um clube melhor. Enquanto eles não percebem, nós aproveitamos o futebol dele.

"Eles diziam Criciúma é o fim da sua vida, 
mas nós sabíamos da força da nossa torcida". 

@gabrielcec__ 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.