Header Ads

Até nunca mais Z3?

No sábado passado (22), o Stoke City viajou até a cidade de Hull, para enfrentar o time local. Em um confronto direto da parte de baixo da tabela, os Potters conseguiram uma vitória épica em um jogo bem disputado. As equipes criaram bastantes oportunidades e ao final do jogo as estatísticas marcavam ao todo 18 chutes a gol. Outro ponto que vale ressaltar é o número de faltas, 24 na soma total.

Shaqiri foi o destaque da partida (foto:Stokecityoficial)
O destaque do jogo foi sem dúvidas nenhuma o baixinho suíço Shaqiri, que andava devendo muito nos últimos jogos, mas marcou um gol em cada tempo.

Mark Hughs manteve a mesma formação tática do último jogo, o famoso 4-5-1. Parece que o manager dos Potters acabou achando o equilíbrio que estava faltando. Uma coisa rara no futebol é o técnico repetir a mesma formação tática com as mesmas peças, jogando em casa ou até mesmo fora de casa e Hughs fez isso, por enquanto está dando certo.

DISTRIBUIÇÃO TÁTICA


(Foto:theguardian)
O Stoke City começou o jogo melhor e pressionou o time da casa. Logo aos 3 minutos, depois de uma triangulação pela esquerda, Arnautovic cruzou em direção a área e Shaqiri chutou, mas não pegou como deveria e não levou perigo algum ao goleiro adversário.

Depois de alguns lances isolados, um jogo bastante truncado e faltoso, o talento individual de Shaqiri apareceu. Aos 26', Shawcross tentou uma jogada individual pela lateral do campo e rolou para Shaqiri, que dominou e acertou um belo chute no ângulo. Stoke City 1 a 0.
Shaqiri comemorando o primeiro gol (Theguardian)
Os Potters dominaram o primeiro tempo, em certo momento as estatísticas chegaram a marcar 69% para o time de Stoke. Porém, o Hull City teve uma chance de empatar antes do intervalo. Na melhor chance dos mandantes no primeiro tempo, Keane dominou a bola na entrada da área, Martins Indi chegou atrasado à marcação e permitiu que o atacante chutasse ao gol, mas a bola apenas passou perto da trave, aos 35 minutos.

Shaqiri cobrando a falta e ampliando o placar (Espn.com)
O segundo tempo começou sem nenhuma mudança de ambos os lados, apenas no estilo de jogo do time do visitante, que claramente segurou mais o jogo e trabalhou mais as jogadas no campo defensivo. Logo aos 5', Allen acabou sofrendo uma falta na entrada da área. Na cobrança, Shaqiri bateu a falta como manda o manual, por cima do segundo homem da barreira e sem chances para Marshall, ampliando o placar.

Apesar da vantagem por 2 a 0, os Potters seguiram criando as melhores oportunidades. E aos 18 minutos, isso ficou mais claro do que nunca. Shaqiri arriscou um lançamento pelo alto em direção de Arnautovic, que acabou dominando e arriscando uma jogada individual, o austríaco entrou na área e chutou forte em direção ao gol, obrigando Marshall praticamente a fazer um milagre, o goleiro do time da casa espalmou a bola em direção à linha de fundo.

O jogo acabou seguindo em um ritmo bem tranquilo para o árbitro Kevin Friend, o time do Hull City acabou tentando jogadas áreas e infiltrações, mas sem sucesso.

Aos 90 minutos Livimore arriscou uma jogada individual, levou a melhor sobre os volantes do Stoke City e tocou para dentro da área, o atacante Hernandéz que entrou no segundo tempo para realizar a função de centroavante, recebeu uma bola redonda, dominou, mas chutou fraco em direção ao gol de Grant.

Arnautovic (1 gol), Shaqiri (3 gols) e Allen (4 gols) andam fazendo a diferença, juntos até agora na Premier League os meias ofensivos somam oito gols marcados, sendo que o Stoke City marcou nove gols. O trio mágico dos Potters chegaram a marcar até mais do que algumas equipes da Premier League, como por exemplo: Middlesbrough (7 gols) e Sunderland (6 gols).

Time dos Potters comemorando mais uma vitória (Stokecityoficial)

Com o resultado, o Stoke City chegou aos nove pontos e assumiu a 16ª colocação, finalmente deixando o Z3. Um ponto positivo, é que a equipe chega à sua segunda vitória consecutiva e está há quatro jogos sem perder, finalmente reagindo na competição. Parece que time entendeu que está disputando um campeonato alternativo e sua briga vai ser para fugir da degola.

O próximo jogo pode ser considerado da afirmação, já que os Potters jogarão em casa e enfrentarão outra equipe que está lutando na parte de baixo da tabela, o Swansea. A partida acontecerá apenas na segunda feira (31).

COME ON POTTERS!

Por: Yuri Ramos || Twitter: @yuriramosq

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.